Pequenas comunidades americanas ajudam indocumentados

0
786

Enquanto a reforma não sai, ações melhoram a vida dos imigrantes

Pequenas comunidades americanas ajudam indocumentados

DA REDAÇÃO COM IMMIGRATION DIRECT – Pequenas comunidades em alguns estados dos EUA estão encontrando maneiras de mostrar apoio aos seus vizinhos imigrantes indocumentados, enquanto a espera pela reforma da imigração continua. Imigrantes indocumentados estão enfrentando um dos períodos mais difíceis da sua história. O governo do presidente Barack Obama deportou quase 2 milhões de pessoas, mais do que qualquer outro presidente na história americana.

Em Lorain, Ohio, por exemplo, O chefe de polícia da cidade, Celestino Rivera, faz o que pode para impedir que os seus vizinhos sejam deportados devido a infrações menores. Ele integra um grupo de apoio a indocumentados e ouve, diariamente, o drama de famílias de imigrantes sem documentos. Ele escreveu uma ordem proibindo que seus agentes façam contato com a agência de Imigração e Alfândega e Patrulha Fronteiriça. Os esforços de Rivera permitiram que centenas de imigrantes que vivem na sua cidade se sintam livres do medo da deportação por infrações menores.

Em Lancaster, Pensilvânia, grupos de ajuda manifestam preocupação com os seus vizinhos imigrantes indocumentados e, no mês passado, organizou um debate sobre o assunto. Lancaster concentra imigrantes que trabalham em fazendas locais e indústrias agrícolas. Kam Mang, um refugiado da Birmânia, por meio de sua história, ajuda na procura de colocação no mercado de trabalho para indocumentados. Já o advogado Oscar Barbosa também dedica seu trabalho a auxiliar trabalhadores que enfrentam processos de deportação.

Trabalhadores como Rivera, Mang e Barbosa são exemplos em comunidades que mostram apoio para os milhões de imigrantes indocumentados que vivem nos EUA hoje.