Pergunte ao advogado: as dúvidas de imigração dos leitores

0
4709
Imigração em Dia

Envie sua pergunta para imigracao@acheiusa.com, que ela será respondida na medida do possível.

Renata Castro, advogada com escritório em Weston e Naples (FL), telefone (954)888.6383.


Minha irmã é brasileira, mora nos Estados Unidos e tem a cidadania americana. Gostaria de morar um ano nos Estados Unidos com minha esposa e minhas duas filhas, uma tem 3 anos e a outra tem 2 anos e temos o visto B1/B2 É possível conseguirmos a cidadania americana? O que teríamos que fazer para ficarmos legalizados?

Renata – O visto B-1/B-2 não outorgará nenhum tipo de direito imigratório a você e sua família. Você poderá iniciar um processo para pleitear pela sua irmã; no entanto, o processo levará aproximadamente 13 anos para obtenção da sua residência legal. No ínterim, você e sua família só podem ficar nos EUA mediante obtenção de outro status legal. Do contrário, vocês deverão esperar o processo fora dos EUA.

Gostaria de saber como eu faço para ter a cópia do I-94, pois eu não consegui tirá-la no site da Imigração. Talvez seja por que eu já moro aqui há 16 anos. Como devo proceder?

Renata – Existe um processo que pode ser feito junto ao Customs and Border Patrol para revisão dos arquivos. Não há garantia do recebimento da cópia do documento, principalmente porque há 16 anos atrás os processos eram manuais, e infelizmente isso faz com que o acesso seja mais difícil.

Olá, tem z11 meses que vivo na Flórida. Não tenho nenhum tipo de ‘papel’. É possível e servir o exército?

Renata – Serviço militar é reservado a pessoas que estão nos Estados Unidos de posse de cidadania, já que o programa MAVNi foi eliminado pelo governo americano esse ano. O Programa permitia que pessoas que estivessem nos EUA por pelo menos 2 anos de maneira legal recebessem a cidadania por meio de alistamento militar.

Morei nos EUA de 2002 até fev/2012. Tenho um filho que nasceu em FT. Lauderdale, em 2005. Ele atualmente mora em Ft. Lauderdale com o pai, e eu no Brasil.  Gostaria de saber, se existe a possibilidade de conseguir um visto para retorno legal. Penso em um visto de trabalho, acabei meu bacharel de administração neste mês, ou qual seria o melhor visto ou a melhor forma para retorno legal ao país?

Renata – Infelizmente sua presença irregular nos EUA cria um obstáculo para obtenção da residência legal nos EUA, fazendo-se necessária a obtenção de um perdão junto ao governo americano. Esse perdão é de difícil obtenção junto ao governo americano, salvo em situações que apresentam grande dificuldades para um cidadão americano. Seu filho poderá inciar um prcesso para você quando completar 21 anos, mas até então, nada pode ser feito.

Fiquei apenas 33 dias do permitido, quero passar férias em Miami, terei algum problema na minha entrada? Mesmo levando em conta que possuo imóveis, empresa, social e pedido de green card em andamento? Isso já faz 1 ano e meio.

Renata – Sua pergunta é generalizada. wVocê passou 33 dias do permitido, ou além do permitido? Com qual visto? Qual é a justificativa de sua presença além do permitido? Esses pontos são importantes na definição de sua estratégia de entrada junto as autoridades de imigração no aeroporto. Você tem um processo pendente de green card baseado em que? Gostaria dessas informações para emissão de uma opinião legal.

Tenho a seguinte dúvida: meu falecido avô era americano. É possível conseguir o green card com este vínculo de parentesco?

Renata – A descendência de cidadania americana só ocorre quando o cidadão americano faz o pedido enquanto vivo. Se o seu avô passou cidadania para o seu pai ou mãe, e o(s) mesmo(s) estão vivos, eles podem iniciar um pedido de residência legal para você. Fora isso, não há embasamento legal.

Vim ilegalmente pelo México em 2005, tinha 16 anos, no próximo ano completo 10 anos de América.  Qual a minha chance de ter pelo menos o social security?

Renata – Dada a sua idade, é possível que você qualifique para o Deferred Action (programa estabelecido pelo governo americano para ajudar crianças que entraram nos Estados Unidos de maneira irregular), o que permitiria que você não só tenha autorização de residir e trabalhar nos EUA, mas é possível que possa, no futuro, conseguir um status mais permanente