Petróleo interrompe queda após divulgação de estoques nos EUA

0
466

O preço do petróleo interrompeu a tendência de queda com que operou durante a manhã desta quarta-feira após a divulgação do relatório do Departamento de Energia sobre os estoques americanos de petróleo, que tiveram queda.

Às 13h38 (em Brasília), o barril do petróleo cru para entrega em fevereiro, negociado na Bolsa Mercantil de Nova York, estava cotado a US$ 54,70, em baixa de 1,69%. Antes da divulgação do relatório, o preço chegou a recuar para US$ 54,10.

Mesmo com a interrupção da queda, no entanto, o preço não saiu ainda do patamar dos US$ 54 –no final do ano passado estava em torno de US$ 62.

Segundo o departamento, o estoque de petróleo dos EUA caiu em 5 milhões na semana passada, contra uma expectativa de queda de apenas 500 mil barris.

As reservas de destilados (que incluem combustível para calefação), no entanto, tiveram aumento de 5,4 milhões de barris; as de gasolina, por sua vez, cresceram em 3,8 milhões de barris.

Segundo analistas, a boa notícia do aumento nas reservas de destilados e gasolina foi ofuscada pela queda nos estoques de petróleo. Os dados conflitantes não devem ajudar muito os investidores para tentar ver como será o comportamento dos preços nos próximos dias.

Desde os primeiros dias deste ano o preço do petróleo vem recuando devido às temperaturas mais altas que o comum para esta época nos EUA –nos últimos dias, as temperaturas em Nova York e na região nordeste dos EUA de modo geral (onde o inverno costuma ser rigoroso e o consumo de combustível para calefação costuma disparar) tem ficado em torno de 20ºC.