Polícia de Miami realiza batidas para combater a criminalidade

0
494

Operação levou um ano e alvo não foram somente os criminosos, mas também os motoristas violentos

Passado um ano da operação ‘Resilience’, que realizou diversas batidas em diferentes áreas de Miami, a polícia divulgou o balanço da ação e comemorou a queda no número de crimes na cidade. Mais de mil prisões foram feitas durante o ano, em doze batidas da polícia. Mas o alvo não era só a criminalidade, usuários de drogas e prostitutas. Os motoristas que não obedecem às leis de trânsito também não tiveram trégua.

O comandante de operações táticas da Polícia de Miami, major David Magnusson, disse que as batidas ajudaram a diminuir o número de crimes violentos nas regiões norte, sul e central da cidade. “O número de homicídios diminuiu nesses pontos se forem comparados com o ano passado, e o número de casos de pessoas vítimas de armas de fogo também diminuiu”, garantiu o comandante.
Policiais de várias divisões da polícia participaram das batidas, incluindo as unidades de controle de gangues, narcóticos, roubos e trânsito. Nos dias de batida, as tropas da polícia faziam operações simultâneas por diversas ruas da cidade.

A polícia realizou doze batidas durante o ano, sendo que cada operação era realizada durante dois dias diferentes da semana. As operação terminou com a prisão de 380 pessoas procuradas pela Justiça, sendo que 93 por tráfico de drogas.

O comandante Magnusson lembra que mesmo tendo como objetivo principal a repressão aos crimes relacionados com o tráfico de drogas, os oficiais também fizeram prisões preventivas, como por embriaguez, prostituição e infrações de trânsito.”Tínhamos muitas reclamações dos moradores. Agora sabemos que se a gente não der importância até às coisas menores, os infratores acabam pensando que é fácil a vida de crimes em Miami”, resumiu o policial.

As prisões preventivas somaram 259 casos e foram emitidas 4.800 multas de trânsito. Pelos dados da polícia, após cada batida as áreas da operação tiveram cerca de dez dias de calmaria. “Nós sabemos que houve críticas sobre nossa atuação e que quando a operação acabar as coisas podem voltar a ser como antes, mas nós vamos planejar novas táticas para atuar contra o crime”, advertiu o comandante Magnusson.

Em seguida ao ano de batidas, a polícia de Miami já planeja a operação”Throw in the Towel” com foco nos traficantes de drogas. A intenção é fechar locais onde drogas possam ser comercializadas, refinadas e distribuídas.