Polícia dos EUA prende homem que manteve menina em bunker

0
1075

Um homem acusado de seqüestrar uma menina e mantê-la em cativeiro em um bunker subterrâneo foi preso no Condado de Richland, na Carolina do Sul, um dia depois do resgate da garota, segundo informações da rede de TV americana CNN.

O novo caso é similar ao da jovem austríaca Natascha Kampush, que foi mantida refém durante quase nove anos também em um esconderijo subterrâneo, e que ganhou as manchetes dos jornais neste mês após fugir do cativeiro.

No bunker onde a menina Elizabeth Shoaf, 14, foi mantida por Vinson Filyaw, a polícia encontrou comida, roupas, itens higiênicos, cigarros e revistas pornográficas. Segundo a polícia, itens pornográficos foram encontrados em vários locais da casa, inclusive no bunker.

Shoaf contou à polícia que tinha medo de fugir do bunker porque o seqüestrador lhe disse que o local estava lotado de explosivos, que seriam detonados caso ela tentasse escapar. Na casa, policiais encontraram granadas e munição, assim como no bunker.

De acordo com a polícia, Filyaw era um homem “muito calculista” e se esforçou ao máximo para evitar a fuga da refém, inclusive fazendo terror psicológico com a menina.

A garota conseguiu ser libertada enviando uma mensagem de texto à família por meio do celular de Filyaw enquanto ele dormia, segundo a

Os parentes de Shoaf descrevem o momento em que receberam a mensagem, dando fim ao pesadelo de dez dias que a garota esteve desaparecida. “Ei, mamãe, é a Lizzie”, dizia a mensagem da adolescente seqüestrada recebida por sua mãe, Madeline Shoaf.

“Eu li a mensagem e corri para falar com meu marido. Sabia que era minha filha, ninguém mais tem o número do meu celular”, disse. “Ela me contou exatamente onde estava, em que rua, e pediu para chamarmos a polícia. Ela disse que estava presa em um buraco”.

Policiais rastrearam a chamada e localizaram o cativeiro, no trailer de Filyaw, a cerca de um quilômetro da casa da família Shoaf, em Lugoff, na Carolina do Norte. Na manhã de sábado (16), a polícia encontrou a menina dentro de um bunker cavado na mata que cerca o trailer.

Filyaw, 36, foi preso no domingo e enfrentará acusações por seqüestro e crimes sexuais, entre outros crimes. Após sua prisão, autoridades descobriram que ele já estava sendo procurado por causa de uma denúncia de abuso sexual contra uma menina de 12 anos.