Polícia mata menino de 12 anos que brincava com arma de brinquedo

0
822

Tamir Rice foi baleado duas vezes pelos policiais em Cleveland

Tamir Rice foi levado ainda com vida ao hospital onde veio a morrer

Tamir Rice foi levado ainda com vida ao hospital onde veio a morrer

Um menino de 12 anos foi morto pela polícia dos Estados Unidos na cidade de Cleveland depois de apontar uma pistola de brinquedo para diversas pessoas em um parque.

Segundo as autoridades locais, uma dupla de policiais disparou duas vezes no abdômen do garoto quando ele desobedeceu uma ordem para levantar as mãos.

A polícia havia recebido uma chamada telefônica de emergência na qual o denunciante relatava que o menino estava apontando uma arma e assustando pessoas em um playground. Ele afirmou que a arma parecia ser falsa mas que não era possível ter certeza.

Dois policiais foram ao local para verificar. Um deles estava em seu primeiro ano de serviço na polícia e outro tinha mais de dez anos de experiência.

Autoridades do condado de Cuyoahoga identificaram o menino como Tamir Rice.

O vice-chefe de polícia de Cleveland, Ed Tomba, disse que o menino foi baleado duas vezes depois de sacar a arma falsa. Ele morreu mais tarde no hospital.

Tomba afirmou que o garoto não fez ameaças verbais nem apontou as armas para os policiais.

A polícia afirmou que o menino tinha uma pistola de airsoft – um jogo na qual os competidores se enfrentam com réplicas de armas que disparam pequenas esferas de plástico. Contudo, um anel colorido que indica que a arma não é de verdade havia sido removido.

O autor da ligação para a polícia havia dito que o menino ficava brincando de sacar a pistola. “Eu não sei se é real ou não”, afirmou. O correspondente da BBC em Washington, David Willis, disse que foi aberto um inquérito e que os dois policiais estão afastados das ruas.