Polícia na Nova Zelândia prende quadrilha de brasileiros

0
5036

Cinco brasileiros são acusados do tráfico do carregamento de $1 milhão em cocaína

A polícia da Nova Zelândia prendeu uma quadrilha de brasileiros responsável pelo carregamento de cocaina avaliado em $1 milhão. A droga estava dentro de duas malas em um voo que saiu do Brasil em direção ao aeroporto internacional de Auckland, na sexta-feira (7).


Rodrigo Gerlach Rila, de 43 anos está foragido

Foram presos Josué da Conceição, de 36 anos, Marcos André Barbosa, de 35 anos, João Batista da Silveira, de 39 anos. Os três foram acusados de tráfico e porte de cocaína. O quarto integrante do grupo, Thiago Augusto de Oliveira, de 31 anos, é acusado apenas de porte de drogas. Todos estão presos em Christchuch, sem direito a fiança.

Outro brasileiro, Rodrigo Gerlach Rila, de 43 anos, está foragido. A droga, dois quilos e meio de cocaína, estava dentro de duas malas que Thiago Augusto trazia. Os outros envolvidos, que moram na Nova Zelândia, seriam integrantes da quadrilha e ajudaria na distribuição do produto.

A polícia neozelandeza começou uma caçada ao brasileiro, mas até quinta-feira (13) não havia informações do paradeiro do quinto brasileiro envolvido no caso.

Os investigadores acreditam que essa não era a primeira vez que o grupo levava cocaína para a Nova Zelândia, e que haveria uma rota e que os brasileiros participavam do abastecimento da droga.

De acordo com o boletim da polícia, Conceição e Barbosa, alugavam um quarto e foram pegos em casa. A família da casa onde eles moravam ficou em choque ao saber do envolvimento dos dois.

Conceição foi preso em casa, enquanto Barbosa foi encontrado pela polícia enquanto dirigia pela cidade. A quantidade de cocaína encontrada com os dois não foi divulgada.

A polícia neozelandeza apreendeu nos últimos seis anos apenas 33 quilos de cocaína, por isso a quantidade encontrada com a quadrilha de brasileiros chocou as autoridades do país.