“Portal do Retorno” ajuda brasileiros que querem voltar para o Brasil

0
2450

Website foi criado pelo governo brasileiro para oferecer orientação aos que regressam

Ilustração de Gabriela Kojima, vencedora do concurso “Brasileirinhos pelo Mundo”Os brasileiros nos Estados Unidos que queiram retornar ao Brasil em definitivo agora tem uma ferramente de apoio online. O “Portal do Retorno” (http://retorno.itamaraty.gov.br) é o primeiro website criado pelo governo brasileiro para centralizar todas as informações disponíveis sobre programas e serviços que possam ser úteis aos brasileiros que retornam ao país, especialmente aqueles em situação de maior vulnerabilidade.

O projeto foi elaborado pelo Ministério das Relações Exteriores, com o apoio do Ministério do Trabalho e Emprego, Ministério da Previdência Social, Secretaria da Receita Federal, Caixa Econômica Federal e SEBRAE, além da Secretaria de Políticas para as Mulheres.
O Portal reúne informações sobre o mercado de trabalho brasileiro, alternativas de capacitação profissional, orientações para aqueles que querem dedicar-se ao empreendedorismo e aplicar suas economias de forma produtiva, orientações sobre como reinserir-se no sistema de previdência social, informações sobre legislação aduaneira para fins de transporte de bagagem e bens desacompanhados e providências práticas em relação a ddocumentação, entre vários outros temas.

Há ainda ampla informação sobre serviços e programas de assistência na área de saúde física e psicológica, bem como centros de referência para pessoas saídas de situações de tráfico, violência e exploração laboral.

Pesquisas junto aos consulados brasileiros no exterior apontam forte tendência no movimento de retorno definitivo de brasileiros residentes no exterior, especialmente os que emigraram na última década e aqueles que se encontravam nos países mais atingidos pela atual crise econômica. Estima-se, portanto, que tenha havido redução, entre 2008 e 2013, de cerca de 20% no número de brasileiros residentes no exterior.

O retorno ao Brasil tem se mostrado, contudo, um desafio para grande parte dos emigrantes. Após buscar a reinserção econômica no Brasil, sem êxito, durante alguns meses ou anos, muitos são levados a re-emigrar, novamente em condições de vulnerabilidade – ou seja, sem visto de trabalho, e muitas vezes assumindo dívidas para reembolso dos gastos de viagem. As causas mais comuns para a re-emigração nessas condições são: incapacidade em reinserir-se no mercado de trabalho; insucesso dos empreendimentos no Brasil; e queda de nível de vida e de renda em relação ao período passado no exterior.