Posse de Obama traz esperança para comunidade imigrante e trabalhador

0
380

Cerimônia acontece formalmente no domingo, mas na segunda é a vez do público ir às ruas em Washington

Joselina Reis

Presidente Barack Obama e familia

Outros quatro anos de mandato do presidente Barack Obama começam oficialmente no domingo (20), e com isso a esperança dos eleitores também ganhou mais quatro anos. Depois da vitória em novembro graças ao voto imigrante, Obama agora enfrenta uma pressão dos mesmos eleitores para que uma reforma imigratória e outros projetos importantes saiam do papel e traga de volta a boa economia e imagem pública que os Estados Unidos já teve.

A advogada republicana, Ingrid Domingues, revela que a ansiedade dos imigrantes, principalmente aqueles que a procuram em seu escritório por alguma brecha na lei que possa ajudá-los a continuar no país que escolheram, é grande. “As pessoas estão muito ansiosas, mas lógico que sempre vai ter aquele receio”, conta.

Na sua opinião, as eleições de novembro de 2012 mostraram que se o partido de Obama, Democrata, quiser continuar no poder depois desse segundo mandato vai ter que fazer algo para aliviar a tensão do imigrante. “Nem os democratas nem os republicanos podiam imaginar que o eleitor imigrante sairia em massa para votar. Foi surpresa para todos. Agora eles terão que fazer alguma coisa”, ressalta.

Para Ingrid Domingues, caso os republicanos tivessem vencido as eleições a pressão pela urgência por uma reforma imigratória seria a mesma, na sua opinião. “Isso agora é uma estratégia política e um pouco da vontade de ajudar a população”, disse.

Para o democrata, o advogado Max Whitney, o otimismo está no ar. “Vejo isso em todas as pessoas que converso, os imigrantes indocumentados, os comerciantes, todos acreditam nesse governo”, declarou esperançoso.

Ele lembra que oito senadores, entre republicanos e democratas, estão estudando o projeto da reforma imigratória e, na sua opinião, deve ser algo compreensível assim como determinou o presidente Obama. Pelas declarações recentes do chefe de estado, a reforma não será uma anistia, mas deve trazer oportunidade para quem se qualificar e entrar na fila para a obtenção do Green Card.

Reforma do sistema de saúde

Outro ponto muito importante no próximo mandato de Obama é a reforma do sistema de saúde. Já aprovado pela corte e com algumas partes em andamento, o Obamacare começa com força total em 2014. A partir desta data todo cidadão será obrigado a pagar plano de saúde ou pagar uma multa.

Na Flórida, o governador republicano Rick Scott, que repudia a lei, teve que dar início à implementação das regras. Desde que Obama assumiu em 2009 outros assuntos importantes já foram resolvidos na área da saúde como a obrigatoriedade dos planos em aceitar pessoas doentes. Não se pode esquecer ainda das recentes medidas de controle de armas.

Cerimônia

Dessa vez a cerimônia e as inúmeras festividades paralelas ao evento não terão a mesma pompa que teve em 2009, mas mesmo assim um grande público é esperado em frente às escadarias do Capitólio em Washington, DC, na segunda-feira (21) para o discurso a ser proferido às 11:30am. À tarde, a partir das 2:30pm acontece o tradicional desfile com carros alegóricos e balões. Os ingressos para as arquibancadas variam de $ 229 a $645. Barack Obama, Michele e o vice Joe Biden com a esposa Jill vão participar.

Mas a lista de eventos não pára por aí. Tem de tudo, desde bailes e shows musicais começando já no sábado (19). Até um CD com músicas oficiais do evento deve ser lançado. Na lista, as 16 músicas preferidas do presidente Barack Obama como Stevie Wonder, Beyonce, John Legend, Katy Perry Lady Gaga, Marc Anthony, Kelly Clarkson entre outros. A maioria desses artistas vai participar em show durante as comemorações que só devem terminar na terça-feira.