Prédio do Miami Herald vendido

0
462

O imponente prédio dará lugar a um complexo de resort e cassino do grupo Genting Malaysia Berhad

A terceira maior companhia de cassinos da Ásia pagou US$236 milhões pelos 14 acres da área à beira mar do The Miami Herald, um negócio que exigirá a mudança da sede do tradicional jornal para um local ainda não definido num prazo de dois anos.

O novo comprador é o poderoso grupo malaio de desenvolvimento de resorts e cassino, Genting Malaysia Berhad, que opera resorts em todo o mundo. Pouco conhecido nos EUA, a Genting já opera 46 cassinos no Reino Unido e possui laços com a Flórida ao deter 50 por cento da sociedade na linha de cruzeiros marítimos Norwegian Cruise Line, baseada em Miami, e também ser sócia da Universal Studios nos parques temáticos Universal Studios Sentosa em Cingapura, que abrem este final de semana.

Mundialmente, o Genting Group tem participação em resorts e cassinos, bem como em plantações, geração de energia, petróleo e gás, imóveis e outros ramos de atuação, que combinados capitalizam um valor de US$45 bilhões.

O projeto será chamado Resorts World Miami e incluirá um hotel, um espaço para convenção, restaurantes, lojas e uma área residencial. A Genting não mencionou planos para a abertura de um cassino.