Prefeito de Boynton Beach preso sob acusação de corrupção

0
512

Agora, Jose Rodriguez pode ser afastado das suas funções enquanto estiver sendo investigado pelas autoridades policiais

Jose Rodriguez, prefeito de Boynton Beach, encara uma acusação de crime e duas de contravenção. Os promotores disseram várias vezes que ele tentou usar seu poder para obstruir uma investigação de abuso infantil levantada contra ele por sua esposa. Rodriguez tornou-se prefeito de Boynton Beach em marco de 2011, e anteriormente havia sido vereador na cidade, entre novembro de 2006 e março de 2010.

Jose Rodriguez

Ele apresentou-se à cadeia pública do condado de Palm Beach nesta quinta-feira. Rodriguez, de 49 anos, foi acusado de aceitar compensação ilegal que feriu sua autoridade oficial, um crime de segundo grau, passível de até 15 anos de prisão. Ele também foi acusado de ter solicitado que fossem reveladas informações criminais confidenciais e de resistir ou obstruir um agente policial, ambas contravenções de primeiro grau, passíveis de um ano na cadeia.

As acusações giram em torno das alegações de que Rodriguez tentou usar sua influência como prefeito para atrapalhar um investigação da polícia de Boynton Beach e dos funcionários de cuidados infantis que averiguavam a denúncia de abuso infantil feita por sua esposa em agosto, de acordo com o boletim de ocorrência.

Kenneth Lemoine, advogado de Rodriguez, disse que seu cliente é inocente e lutará contra estas acusações. Rodriguez deixou a prisão às 7:40 da noite desta quinta-feira. Seu futuro como prefeito ainda é incerto. Ele pode ser suspenso do cargo pelo governador Rick Scott enquanto o caso criminal estiver pendente.

Rodriguez é acusado de tentar cortar a investigação ao pressionar o chefe de Polícia Matthew Immler e a gerente interina da cidade Lori LaVerriere. A investigação sobre abuso infantil foi fechada porque a vítima se recusou a cooperar, conforme consta do boletim de ocorrência.

“As alegações neste caso envolvem um politico eleito usando de sua posição e de seu status como prefeito para intimidar a polícia com o objetivo de se proteger”, afirmou Michael McAuliffe, advogado geral do condado de Palm Beach.

Depois de ter sido liberado após o pagamento de fiança no valor de $5,000, Rodriguez negou ter feito algo de errado. “Vou limpar meu nome na corte, não tenham dúvidas”, ele disse aos repórteres.