Prisões de ‘indocumentados’ caíram 18%

0
574

Número é o mais baixo desde 1973, segundo relatório

O número de detenções de imigrantes indocumentados nos Estados Unidos caiu pelo terceiro ano consecutivo em 2008, até totalizar 723.840, um descenso anual de 18% (876.803 em 2007) – a cifra mais baixa desde 1973, informou o Departamento de Segurança Interna.
A redução de capturas é apreciável ao comparar os números com 2005, quando a polícia de fronteiras e alfândega (Patrulha de Fronteira) chegou a deter 1,18 milhão de pessoas, 98% das quais na fronteira sul, segundo o relatório. “As detenções em 2008 se situaram em seu nível mais baixo desde 1973”, explicou o texto.
“A queda das capturas entre 2005 e 2008 deve-se a diversos fatores, inclusive a redução do crescimento econômico e esforços para reforçar a segurança nas fronteiras”, de acordo com o relatório.
O auge das detenções foi em 1986, quando os Estados Unidos capturaram 1,693 milhão de pessoas, pouco antes de ser aprovada a última grande reforma imigratória, que legalizou milhões de indocumentados, entre outras medidas. Em 2000, as detenções chegaram a 1,676 milhão. Cerca de 98% destas capturas são realizadas na fronteira sul, afirma o estudo.
No entanto, estas estatísticas “medem as detenções, não os indivíduos”, pois o mesmo imigrante indocumentado que é capturado e expulso pode voltar a tentar diversas vezes.
“A relação entre o número de detenções na fronteira e o número de tentativas de penetrar ilegalmente ou de entradas ilegais bem sucedidas é desconhecido”, reconhece a análise.