Problemas de Tiger Woods longe de terminar

0
834

Polícia suspeita de overdose em acidente e golfista ainda perde patrocínio

A conduta imprópria do maior golfista do mundo não está prejudicando apenas a vida pessoal de Tiger Woods. Toda a polêmica envolvendo o nome do primeiro esportista a chegar à marca de um bilhão de dólares em ganhos está afastando seus patrocinadores: a Gatorade já anunciou que não terá mais a marca associada ao norte-americano, apesar de garantir que a decisão pelo rompimento da parceria foi tomada há meses. Outras empresas que ajudam a engordar a conta bancária de Woods estão analisando qual o melhor caminho a seguir, uma vez que os problemas parecem não ter fim.

Se o dinheiro está diminuindo, o número de supostas amantes do golfista estão aumentando.Rumores dão conta que os “affairs” vividos pelo atleta já chegam a 16, mas todos sabem que neste número há aquelas pessoas que só querem se aproveitar da efervescência do caso para conquistas seus 15 minutos de fama.

Com relação à misteriosa batida de carro, em novembro, a polícia começa a investigar a hipótese de que o golfista teria passado por uma overdose no dia do acidente, aqui na Flórida. Segundo sites especializados em celebridades, a esposa do golfista, Elin Nordegren, entregou aos paramédicos embalagens dos remédios Ambien (relaxante muscular) e Vicodin (analgésico), que ingeridos com bebidas alcoólicas poderiam ter se transformado num coquetel perigoso à saúde.