Promessa brasileira do Real vira espanhol

0
608

Começar nas categorias de base de um time pequeno ou médio e ser desejado por um grande clube nacional. Depois de contratado, jogar bem e entrar na mira de um gigante europeu e ter a chance de uma nova transferência. Esse é o caminho comum de jovens no Brasil que têm o sonho de atuar nos tops da Europa. Mas existem “atalhos”.

Natural da pequena cidade de Prata, em Minas Gerais, Jean Carlos Silva Rocha foi desses que pôde conseguir a grande chance pulando etapas. Mas para isso não faltou ousadia sua e da família. O jovem que completará 17 anos em maio é um dos destaques do time juvenil C do Real Madrid, que lidera o regional da categoria com 16 vitórias em 22 jogos. Ele é titular e já marcou dez gols na temporada.
Jean tentou jogar em times da região de Prata e até em Uberaba, um centro maior de Minas Gerais. Mas decidiu arriscar de verdade quando tinha apenas 11 anos. Resolveu tentar a vida na Espanha.

Sua mãe, Maria, separada do pai de Jean, tinha amigos espanhóis e não se intimidou ao perguntar se poderiam ficar um tempo por lá para que Jean e o irmão Jarbas tentassem a carreira em clubes da Espanha. Foram para Madri em 2007.

O garoto jogou na base de uma equipe amadora chamada Yanida. Foi observado pelo Tenerife, das Ilhas Canárias, e mudou de time. Até que em 2010 foi observado pelo Real e teve um convite para fazer um teste. “Penso que é o melhor time do mundo. Me chamaram para fazer testes e me receberam muito bem. Passei nos testes”, lembra, feliz.