“Queremos conquistar o paladar do americano”, diz executiva da Forno de Minas

0
3065

Marca tradicional de pão de queijo abre escritório em Miami e expectativa é que quitute caia no gosto da América

Ana Paula Franco

DIVULGAÇÃO
A gerente da Forno de Minas Gabriela Cioba

A gerente da Forno de Minas Gabriela Cioba

Não há quem resista a um pão de queijo quentinho. Essa delícia está chegando ao mercado americano e a porta de entrada é Miami. A tradicional marca de pão de queijo mineira, Forno de Minas, acabou de abrir um escritório na Flórida. O objetivo da marca é que os “cheese rolls” caiam no gosto dos americanos.

O escritório nos Estados Unidos é próprio da empresa e os produtos podem ser vendidos sem o intermédio de um distribuidor. “Isso faz com que o produto tenha um preço mais competitivo. Além disso, contratamos uma pessoa nos Estados Unidos para trabalhar principalmente o mercado americano e estamos buscando parceiros para nos ajudar na divulgação do produto e da marca”, reforça a gerente de comércio exterior da marca, Gabriela Cioba.

Atualmente, a Forno de Minas exporta pães de queijo para os Estados Unidos, Canadá, Portugal, Inglaterra, Chile, Uruguai e Emirados Árabes. Ainda para este ano, estão previstas parcerias com Itália e Suíça, além de Japão. Na América do Sul, os destinos mais visados são Colômbia e Equador. O intuito é fechar 2020 exportando 25% da produção de pão de queijo.

A sede da empresa é em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A Forno de Minas também possui uma indústria de laticínios própria que produz o queijo e outros produtos para a fábrica. O endereço do escritório é 201 South Biscayne Boulevard, Miami, 33131. Confira abaixo a entrevista.

AcheiUSA – Qual a expectativa de abrir um escritório em Miami?
Gabriela – Aumentar as vendas da Forno de Minas para o mercado nos EUA. Principalmente vender para o consumidor americano.

AU – O fato de ter muitos brasileiros comprando imóveis aqui é um dos motivos?
Gabriela – Os brasileiros ajudam muito a divulgar nosso produto nos EUA. Hoje já temos uma atuação muito forte no mercado étnico americano. Nesse momento buscamos entrar no mercado mainstream (no mercado principal, comum, ao público em geral).

AU – Sabemos que o acesso a supermercados nos EUA não é fácil. Vcs irão comercializar os produtos em quais supermercados?
Gabriela – Contratamos uma pessoa que tem muito conhecimento no varejo americano. A ideia é entrar em redes regionais e também em redes maiores, como Kroger e Walmart.

AU – Como a empresa espera atingir o público americano e estrangeiro em geral?
Gabrila – Iremos dar foco no consumidor americano. Queremos apresentar o produto para que ele seja conhecido e consumidor pelo americano. Teremos que investir em degustações para que o produto seja conhecido.

AU – Onde os brasileiros que residem no sul da Flórida podem adquirir os produtos Forno de Minas?
Gabriela – Atualmente em lojas de produtos brasileiros e alguns supermercados latinos.