Republicanos lembram Reagan no primeiro debate nos EUA

0
430

Pré-candidatos defenderamredução de impostos e proibição do aborto

As referências ao legado de Reagan, que continua sendo um herói entre muitos republicanos, foram constantes no primeiro debate dos pré-candidatos republicanos na biblioteca que leva o nome do ex-presidente, em Simi Valley (Califórnia), na quinta-feira, 3.

A ex-primeira-dama Nancy Reagan participou do encontro, que contou também com a presença do governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger.

“Já que estamos na biblioteca Reagan, devemos adotar seu grande otimismo e sua esperança”, disse o ex-prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani, favorito nas enquetes. Ele lembrou várias vezes suas conquistas na redução da taxa de crimes em Nova York e seu papel após os atentados de 11 de setembro de 2001. Mas não deu grandes contribuições ao debate.

O senador pelo Arizona John McCain tentou tirar proveito das críticas que recebe por já ter 70 anos. “Não sou o mais jovem, mas sou o mais preparado. Sei como funciona o mundo, sei o que é o bem e o mal. Temos que restaurar a fé em nosso governo”, afirmou.

Já o ex-governador de Massachusetts Mitt Romney, terceiro colocado nas enquetes, insistiu na necessidade de fortalecer a família. “É preciso insistir em mais casamentos antes dos bebês”, disse. A tese não surpreende, vinda de um fiel mórmon.

Os 10 pré-candidatos à sucessão de George W. Bush também discutiram a situação no Iraque e a necessidade de conter o avanço do Irã. Em maior ou menor medida, eles justificaram as ações do governo na política externa.

O encontro na biblioteca Ronald Reagan, em Simi Valley (Califórnia), não deixou dúvidas sobre o conservadorismo extremo dos candidatos. A maior parte defendeu a redução de impostos, o papel do Governo na sociedade e a proibição do aborto.

Outro assunto freqüente foi a imigração, “a maior falha do governo” para os pré-candidatos. Giuliani e McCain apóiam uma iniciativa para que os estrangeiros usem uma carteira especial, com seu status profissional. Seus nomes e demais detalhes seriam incluídos num grande banco de dados, facilitando a expulsão dos imigrantes ilegais.

Os candidatos se referiram ao aquecimento global por alto. Também se mostraram majoritariamente contra a pesquisa com células-tronco embrionárias. O assunto é polêmico, já que Nancy Reagan, uma das principais paladinas da causa, estava na primeira fila.

Outros participantes
Os outros participantes são pouco conhecidos fora dos Estados Unidos. O senador pelo Kansas Sam Brownback e o ex-governador de Arkansas Mike Huckabee enfatizaram sua luta contra o direito ao aborto e os casamentos entre homossexuais.

O congressista Tom Tancredo atacou ferozmente os imigrantes ilegais. Completam a lista o ex-secretário de Saúde Tommy Thompson, o ex-governador da Virgínia Jim Gilmore e os legisladores Duncan Hunter e Ron Paul.

Paul pareceu ficar fora de combate quando respondeu a uma pergunta do moderador, o jornalista Chris Mattehws. “Não posso pensar em nenhum exemplo no qual tive que tomar uma decisão-chave”, disse, numa atitude que não se espera de quem pretende se transformar em presidente do país.

O debate foi transmitido ao vivo pela rede MSNB