Ricky Martin condena guerra com gesto obsceno durante show

0
429

O cantor Ricky Martin, 35 –que já participou, em 2001, de um baile dedicado ao presidente George W. Bush– tem agora uma nova mensagem ao governante americano sobre a guerra no Iraque.

Em recente show, o cantor levantou seu dedo médio enquanto cantava o nome do presidente em sua canção “Asignatura Pendiente”, a qual inclui as palavras “uma foto com Bush”. O gesto da última sexta-feira recebeu a aprovação de milhares de fãs da platéia no estádio de San Juan (Porto rico)

Na quinta-feira, o porto-riquenho repetiu suas críticas à guerra do Iraque e explicou sua mudança de opinião em relação a Bush.

“Minhas convicções sobre paz e vida vão além de qualquer governo e agenda política e enquanto eu tiver voz nos palcos e fora deles, eu sempre condenarei a guerra e aqueles que a promulgarem”, disse Martin sobre sua ação em e-mail enviado à Associated Press.

Martin é mais um, entre outros tantos artistas, a criticar abertamente a guerra no Iraque.