Rio recebe brasileiros do mundo

0
698

II Conferência Anual do Ministério de Relações Exteriores quer estreitar laços entre governo e emigrantes e provavelmente terá o presidente Lula na abertura dos trabalhos

O Rio de Janeiro está em alta, principalmente depois de ter sido escolhido a sede das Olimpíadas de 2016. E é neste clima de festa e união que a cidade vai receber os representantes dos mais de três milhões de emigrantes espalhados pelo mundo na segunda conferência anual do Ministério das Relações Exteriores, marcada para os dias 14 a 16 de outubro. O objetivo principal dos participantes é ampliar ainda mais o canal de comunicação com o governo brasileiro, chamando a atenção os problemas, as necessidades e os direitos que temos, como cidadãos, ainda que distantes da terra natal. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi convidado e provavelmente participará da abertura dos trabalhos, no Palácio do Itamaraty, no centro do Rio de Janeiro.

Entre os assuntos que estarão na pauta, destaque para o debate sobre a possibilidade de voto dos emigrantes não apenas para a presidência da República, mas também para Deputados Federais, até serem criadas as condições para a implementação da Proposta de Emenda à Constituição apresentada pelo Senador Cristovam Buarque, que confere representação parlamentar específica às comunidades de brasileiros no exterior. Mas além disso, a reunião terá diversos outros temas interessantes, que estarão divididos em quatro painéis: Educação e Cultura; Trabalho, Previdência e Saúde; Serviços consulares e Regularização migratória; e Representação política.

O programa do encontro, que já está disponível no site www.brasileirosnomundo.mre.gov.br, prevê debates por região, devido às suas características e problemas peculiares – e elas também são quatro: América do Norte; América do Sul, Central e Caribe; Europa; e Ásia, África, Oriente Médio e Oceania. A conferência deve reunir mais de mil pessoas e contará ainda com a participação de 80 chefes consulares de repartições de vários países com grande representatividade de brasileiros. Todo o trabalho será coordenado pelo embaixador Oto Agripino Maia, subsecretário geral das Comunidades Brasileiras no Exterior.

O AcheiUSA, que esteve presente à primeira conferência, em julho de 2008, também marcará presença este ano, novamente com seu presidente, Jorge Nunes. “A iniciativa do Itamaraty é altamente positiva, pois concede a nós, emigrantes, a oportunidade de sermos agentes ativos da história do nosso país, com direitos e deveres como todo o cidadão”, disse Jorge. As mídias brasileiras no exterior, aliás, vão merecer atenção especial na programação, tanto que o ministro da Comunicação Social do governo, Franklin Martins, já confirmou que estará nos debates. “Qualquer trabalho de conscientização da comunidade passa pela mídia”, afirmou Silair Almeida, um dos integrantes do Conselho Provisório de Representantes das Comunidades Brasileiras no Exterior.