Romney escolhe Paul Ryan como seu vice

0
834

Os dois saem pelo país pregando reforma tributária e cortes de impostos

O republicano Mitt Romney e o recém-nomeado candidato à vice-presidência, Paul Ryan, iniciaram sua campanha para a Casa Branca na Carolina do Norte, concentrando-se na recuperação econômica e em um programa de corte de impostos e gastos.

“Temos boas notícias para vocês: este país vai voltar a recuperar-se”, disse Romney diante dos aplausos entusiastas de seus simpatizantes durante o giro que os levou este domingo (12) à Mooresville, na Carolina do Norte, informou a Agência France Press.

O candidato republicano à presidência disse que a atual política do presidente Barack Obama faz com que os Estados Unidos se pareça “cada vez mais com a Europa” e advertiu que esta estratégia está levando o país a ter um “desemprego crônico, uma baixa taxa de crescimento e uma catástrofe fiscal”.

“Eu não quero ser como a Europa, quero ser Estados Unidos”, afirmou Romney. O comício, organizado em um circuito de corridas NASCAR, foi feito um dia depois de Romney anunciar a escolha de Ryan, um deputado federal nascido em Wisconsin e conhecido por defender o corte dos gastos e do déficit, assim como seu companheiro na corrida para a Casa Branca.

“O contraste não pode ser mais claro”, disse Ryan diante de 1.700 seguidores dentro do autódromo, enquanto do lado de fora os aguardavam quatro mil pessoas mais, segundo AFP.”Podemos seguir no caminho em que estamos, uma nação endividada, uma nação na incerteza, uma nação no desespero, uma nação com alto nível de desemprego, e estamos legando para nossos filhos um futuro incerto, ou podemos mudar as coisas e arrumar este país”, acrescentou.

A dupla criticou as políticas de Obama e afirmou que elas sufocaram qualquer tentativa de uma recuperação econômica significativa, consumando o crescimento do emprego na Carolina do Norte, onde a taxa de desemprego é de 9,4%, muito acima da média nacional de 8,3%.

Ryan, que preside o Comitê de Orçamento da Câmara de Deputados, aproveitou a oportunidade para transmitir sua mensagem em que defende uma maior austeridade fiscal e uma redução do déficit aos votantes do âmbito nacional.

Para o candidato a vice-presidente republicano, o alto nível de impostos, as reformas sanitárias e a excessiva regulação do setor industrial impedem que as pequenas empresas progridam na criação de postos de trabalho.

Durante su visita a Mooresville, Ryan aproveitou para exaltar Romney, “um homem de família, um homem com uma base de princípios, com uma bússola moral, com uma visão clara para seu país e com experiência comprovada na hora de por em prática e revitalizar o sonho americano”.

O estado de Wisconsin, que Ryan representa, geralmente vota a favor dos democratas e inclinou-se por Obama na eleição de 2008, ajudando-o a ganhar a presidência.