Senado aprova reforma imigratória

0
811

De acordo com os senadores, os 12 milhões de indocumentados terão chance de obter a cidadania americana

A tão aguardada reforma imigratória que pode resolver a situação dos imigrantes ilegais nos Estados Unidos parece que está começando a tomar forma. Nesta quinta-feira(25) à tarde, os senadores aprovaram por 62 votos a favor e 33 contra uma medida que permitirá aos imigrantes que vivem nos EUA se tornarem cidadãos americanos, desde que cumpridas as exigências constantes no projeto de lei.

Basicamente, a versão do Senado estabelece a criação de um programa de trabalhador temporário e a possibilidade de cidadania a milhões de indocumentados que vivem no país há mais de cinco anos. Os que estão aqui entre dois e cinco anos terão de ir a um posto fronteiriço para se recadastrar e reentrar nos EUA, enquanto os que estão ilegalmente no país há menos de dois anos terão de deixar o país, além da construção de um muro na fronteira entre México e EUA, reforço de agentes na Patrulha da Fronteira e infrações mais duras aplicadas contra empregadores que contratarem imigrantes ilegais, que precisarão verificar os números do Seguro Social e o estado imigratório de seus novos trabalhadores.

Agora, o projeto de lei aprovado pelo Senado irá para o Comitê de Conferência que tratará de conciliar esta versão com aquela aprovada pela Câmara de Deputados e depois redigirá uma versão final antes das eleições marcadas para a primeira terça-feira de novembro, que renovarão os membros do Congresso. Ou seja, nada ainda está definido, porque somente após a versão final é que o projeto de lei será encaminhado para o presidente George W. Bush sancioná-lo ou vetá-lo.