Senado descobre pelo menos 80 ‘fantasmas’

0
508

Supostos funcionários não efetuaram recadastramento e salários serão cortados imediatamente

O Senado já suspendeu os salários dos cerca de 80 servidores que não se manifestaram no censo realizado para atualização do cadastro da Casa. A diretoria da instituição acredita que a maioria – ou a totalidade – destes funcionários seja fantasma e a economia com a medida pode chegar a três milhões de reais por ano.
O primeiro-secretário do Senado, Heráclito Fortes (DEM-PI), tratou de desfazer o mal-entendido com a Secretaria de Recursos Humanos, que havia se negado a executar cortes nas folhas de pagamento antes das investigações administrativas. “Se não aparecem e estão recebendo e não tomaram nenhuma iniciativa de regularizar a situação, pelo menos se eles não são fantasmas, estão fantasmas. A atitude preventiva é a suspensão de pagamento”, afirmou Heráclito, admitindo que há limitações em demitir funcionários concursados.