Senado vota emenda que pode reduzir vistos temporários de 400 para 200 mil

0
292

Emenda é de autoria de Jeff Bingaman

Da redação
Continua em discussão no Senado norte-americano o Comprehensive Immigration Reform Act. / S-1348, projeto que regularizará a situação dos imigrantes nos Estados Unidos. Uma das emendas apreciadas hoje, que deve ser votada no final da tarde, propõe a redução de 400 mil para 200 mil o número de vistos temporários concedidos a trabalhadores, anualmente.(Acompanhe o debate sobre a reforma imigratória ao vivo)
A proposta é de autoria de Jeff Bingaman (D- New Mexico), que acredita que a inserção de 400 mil trabalhadores, por ano, pode sobrecarregar o mercado de trabalho. “Em três anos teremos 1,2 milhões de pessoas trabalhando no país e solicitando residência para suas famílias. E não há garantias de que após o fim do visto de trabalho essas pessoas deixem o país; não teremos força suficiente para garantir que eles voltem para seus países”, alega o senador.
Pela manhã o Senado também assistiu a vários discursos em defesa do projeto. Um dos legisladores a se pronunciar foi o senador Bob Menedez (D- New Jersey), que defendeu a manutenção do direito dos trabalhadores temporários em poder trazer toda a família para os EUA. “Temos que preservar os valores familiars que tanto pregamos nos EUA”, argumentou. Há no Senado um emenda que pretende limitar a entrada de familiares de trabalhadores temporários.
Outras emendas serão apreciadas hoje. Lindsey Graham ( R-South Caroline), propõe uma detenção obrigatória, e sem direito a recursos, para todos os imigrantes detidos na fronteira. Senador James Inhofe (R-Oklahoma) acrescentou no projeto de reforma uma medida de proteção à língua pátria, declarando o inglês língua oficial do país. Sen. David Vitter ( R-Louisiana), ainda tem esperança de derrubar o projeto todo, que chama de “anistia, pura e simples”.
Leia na íntegra o texto da Reforma Imigratória