Sniper americano morto em academia de tiro

0
666

Ex-militar da Marinha foi vítima de arma de fogo, apesar de saber manejá-las muito bem

Chris Kyle

Chris Kyle, apontado como o melhor franco-atirador da história recente dos Estados Unidos e responsável por mais de 150 mortes no iraque quando estava nas Forças Armadas, foi assassinado a tiros no sábado (3) no campo de tiro de Glen Rose, no Texas. Junto com ele foi morto também outro homem identificado como Chad Littlefield, de 35 anos. A polícia prendeu pouco depois Eddie Routh, de 25 anos, como suspeito de ambas as mortes. O assassino também é um ex-militar atuou nos Marines e pode estar com problemas mentais em consequências das sequelas da guerra.

Kyle fez parte da unidade de elite Seal da Marinha americana e combateu no Iraque, onde matou pelo menos 150 insurgentes entre 1999 e 2009, segundo números oficiais do Pentágono, embora assegurasse terem sido mais de 250. Após deixar a Marinha em 2009, ele escreveu um livro, “American Sniper”, relatando suas proezas na guerra.