Strikers espera conquistar público brasileiro

0
709

Time de Fort Lauderdale contratou mais um jogador do Brasil

Joselina Reis

Em um País onde o futebol não é o esporte preferido, o Fort Lauderdale Strikers está apostando nos jogadores brasileiros para conquistar o público. Com o objetivo de apoiar o brasileiro Wellington Paeckart no meio campo, o time americano trouxe Rubens Pinheiro, do Mato Grosso do Sul.

Pecka, como Wellington é mais conhecido, já está com o grupo há mais de um ano enquanto Rubens acaba de chegar. Ele fechou contrato em março deste ano com a promessa de fazer um meio-campo mais ágil levando o Strikers a melhorar seu ranking no campeonato da segunda divisão North American Soccer League (NASL) que inclui clubes americanos, canadenses e portorriquenhos. Por enquanto, o Strikers está em última posição.

No entanto, o presidente do clube, Dennis Lashoff, lembra que a temporada apenas começou e está confiante nas mudanças que o time planeja fazer já para o próximo jogo no dia 27, sábado. “Nós temos tradição e sempre somos melhores jogando em casa do que for a”, lembra. E aposta na dobradinha brasileira: “Eles vão fazer a diferença”.

O cartola garante também que o time está preparando-se com o estilo europeu para essa temporada com os chamados “smart passes” (passes inteligentes em português), onde os jogadores vão dar preferência para jogadas de mais habilidade ao invés do uso da for
ça.
Enquanto Pecka e Rubens esperam seu grande momento para conquistar a torcida, o time está à procura de novos jogadores. Semanalmente, o clube realiza as chamadas “clínicas” onde os jogadores vão até escolas e campos de futebol amador pelo estado à procura de novos talentos. Até agora mais de 100 visitas já foram feitas e pelo menos outras 400 serão feitas até o fim do ano.

Este fim de semana, sábado (27), o Strikers joga contra o Tampa Bay Rowdies (quarto no campeonato) a partir das 7:30pm no Estádio Lockhard (1350 NW 55th Sttreet, Fort Lauderdale).