Talk to the Sheriff

0
663

Reduzindo a criminalidade através do treinamento ao lidar com problemas mentais

Um cada seis americanos terá alguma espécie de distúrbio mental na vida mas, devido à grande variedade de manifestações desse tipo de problema, muitos não recebem qualquer espécie de diagnóstico ou tratamento. Hoje, aproximadamente 66 por cento dos jovens com problemas de saúde mental não procuram ajuda ou recebem tratamento. Dar atenção a esse problema é uma das formas de reduzir o número crescente de incidentes violentos, como tiroteios em escolas, por exemplo, que podem acontecer aqui. O Broward Sheriff’s Office realiza ações preventivas nesse sentido e vem aumentando o número de agentes com treinamento em Crisis Intervention (Intervenções em Crises – CIT). Como sheriff, meu objetivo é expandir o treinamento do BSO em CIT para fornecer aos agentes a capacitação adequada para ajudar os que lutam contra seus problemas mentais.

O treinamento em CIT é baseado no programa “Memphis Model” de intervenções em crises, reconhecido nacionalmente, que foi criado para desenvolver um método mais eficaz e seguro para lidar com as crises mentais. É basicamente comunitário, e oferecido em parceria com organizações como a National Alliance on Mental Illness (NAMI), o Broward Health Planning Council, a Broward Behavioral Health Coalition e outros. Estas parcerias reunem polícia e comunidade num único objetivo de melhorar a sugurança, entendendo e prestando ajuda aos que sofrem de distúrbios mentais e suas famílias.

Desde a sua implantação em 2002, cerca de 1,000 agentes de vários departamentos passaram pelo treinamento do CIT. Todos os atendentes do sistema de emergência 911 também receberam um curso especializado de CIT, a fim de lidar melhor com as chamadas de emergência. O BSO conta atualmente com mais de 280 agentes treinados em CIT, um aumento significativo desde janeiro de 2013. Meu compromisso é aumentar esse número cada vez mais.

Graças à cooperação com nossos parceiros comunitários, o número de cursos CIT disponíveis para todos os departamentos do BSO aumentou significativamente este ano. O BSO está a caminho de alcançar a minha meta de certificar mais 150 agentes em CIT até o final de 2014, o que vai dobrar o número de agentes disponíveis para lidar com situações de crise.

O curso de CIT compreende 40 horas de treinamento intensivo em problemas de saúde comportamentais (doenças mentais e abuso de substâncias), assim como tratamento e medicação psicotrópica. Os tópicos abordados incluem acompanhamento de sem-teto, idosos, veteranos e indivíduos com problemas de adaptação. Os agentes visitam hospitais e unidades de tratamento mental, centros de reabilitação e aconselhamento, abrigos de sem-teto, na busca do entender os diversos aspectos que envolvem os problemas mentais. O BSO continua buscando parceirias com instituições não-lucrativas para tratamento de desordens mentais, onde os agentes podem aprender as melhores técnicas. Também determinei que todos os agentes designados para as escolas tenham treinamento CIT. Isso os ajuda na identificação de crianças que podem se tornar um risco para elas mesmas e para outra crianças, e agir antes que o problema apareça.

O treinamento fornece o agente com recursos e técnicas específicas para identificar os problemas médicos ou emocionais que estão por trás do estado mental das pessoas. Essas estratégias permitem que os agentes da lei reconheçam a diferença entre o comportamento criminoso e o comportamento degenerativo que vem da falta de capacidade no lidar com as pressões ordinárias da vida.

No passado, os agentes respondiam aos incidentes envolvendo problemas mentais detendo a pessoa em crise com comportamento desordeiro ou ameaçador. O treinamento CIT traz uma solução não violenta que envolve a assistência, e não a prisão, da pessoa em crise. Minha experiência ensina que prender uma pessoa com problemas mentais não resolve o problema; ao contrário, traz mais problemas para a pessoa em questão. Doença mental não é crime, e o encarceramento não deve ser a solução do problema.

Scott Israel é 16º Sheriff do condado de Broward. Ele foi capitão na corporação de Fort Lauderdale e chefe de polícia em North Bay Village.