Taxa de desemprego da Flórida é a maior em 15 anos

0
769

Estado perdeu mais de 156 mil postos de trabalho nos últimos 12 meses

Com a perda de 27.300 postos de trabalho entre setembro e outubro, a Flórida atingiu o pior índice de desemprego dos últimos 15 anos. De acordo com as estatísticas do governo, 7% da população ativa do estado está sem atividade e os profissionais mais atingidos são os dos setores da construção civil, do varejo e da área financeira.

Nos últimos 12 meses, a Flórida perdeu 156.200 empregos, mais do que qualquer outro estado do país, incluindo a Califórnia, que tem o dobro da população e teve pouco mais do que 101 mil postos extintos. No condado de Broward, a taxa de desemprego gira em torno dos 6%, enquanto que em Palm Beach o percentual está acima da média estadual, em 7,4%.

O setor da construção figura entre os mais atingidos, já que se desfez de 19.500 postos de trabalho em um ano. Há áreas, porém, que houve ganho de vagas, como na área médica (3.200) e no turismo (1.300).