Taxista é acusado de estuprar turista canadense em Lauderdale Lakes

0
482

A vítima foi encontrada cerca de três horas depois perto do Tribunal do Condado de Broward, com as roupas rasgadas

DA REDAÇÃO COM SUN SENTINEL

Um taxista de 29 anos de Fort Lauderdale Lakes foi acusado de sequestrar e estuprar uma turista canadense. Max Raphael, de 29 anos, que estava dirigindo um táxi amarelo, pegou duas mulheres perto do Galleria Mall, próximo ao número 2400 de East Sunrise Boulevard.

Uma das mulheres, residente em Fort Lauderdale, pediu que Raphael parasse em um caixa eletrônico. Assim que a mulher saiu do caixa, Raphael foi embora com sua amiga do Canadá que estava fazendo uma visita.

“O acusado ficou circulando com vítima dentro do carro e não permitiu que ela saísse”, segundo o boletim de ocorrência.
Raphael então se dirigiu e arrastou a mulher de 37 anos até a parte de trás de um prédio na Southeast 3rd Avenue.

A mulher “tentou lutar contra o réu, mas não conseguiu e foi jogada no chão e estuprada”, afirmou o depoimento. A vítima foi encontrada cerca de três horas depois perto do Tribunal do Condado de Broward, com as roupas rasgadas.

O advogado da vítima, Curt Obront, disse que sua cliente pensou que estava segura ao chamar um táxi de uma empresa conhecida, a Yellow Cab que está colaborando com as investigações.

“Ela está traumatizada, como se poderia imaginar”, disse Obront. Antes de voltar para o Canadá, a mulher foi levada para um centro de tratamento de agressão sexual por uma avaliação médica e coleta de amostras de DNA.

O crime foi em outubro deste ano. O primeiro julgamento foi na última semana e Raphael está preso e sem direito à fiança.