Tempestade tropical Gordon se transforma em furacão

0
656

Durante temporada, que começou dia 1º de junho e termina em novembro, dois furacões e sete tempestades se formaram

A tempestade Gordon se transformou no terceiro furacão da temporada de ciclones do Atlântico. O Gordon aumentou seus ventos máximos para 120 km/h, atingindo a categoria 1 na escala Saffir-Simpson.

A previsão é de um fortalecimento adicional, segundo o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC). Os meteorologistas acreditam que o furacão não deva afetar áreas povoadas.

Enquanto isso, a oitava depressão tropical que se formou na manhã de terça-feira, perto das ilhas de Cabo Verde, também ganhou intensidade e pode se transformar na tempestade Helene. Seus ventos máximos sustentados estão próximos dos 55 km/h, apenas oito a menos que uma tempestade.

Na atual temporada, que começou em 1º de junho e termina em 30 de novembro, houve a formação de dois furacões, Ernesto e Florence, e sete tempestades tropicais, oito a menos em relação ao mesmo período da temporada passada, que ficou na história da meteorologia como a mais intensa e destrutiva.

O meteorologista americano William Gray, previu em sua nova estimativa de setembro que a atual temporada de furacões será menos intensa do que o previsto em maio passado.