Temporada 2008 da Stock Car dá a largada no Brasil

0
717

Cacá Bueno, bicampeão da categoria, é o favorito

A temporada 2008 da Stock Car vai começar. Conhecida como a Nascar brasileira, a categoria promoveu algumas mudanças para garantir mais segurança aos pilotos. O favorito para a conquista de mais um título é o paulista Cacá Bueno, atual bicampeão da Stock e o piloto mais regular dos últimos cinco anos com outros três vice-campeonatos. Ingo Hoffmann, aos 55 anos e 12 títulos, David Muffatto, Giuliano Losacco são outros antigos campeões no certame. O esquadrão de ex-pilotos de Fórmula 1 segue presente com Luciano Burti, Ricardo Zonta, Antônio Pizzonia, Tarso Marques e Ingo Hoffmann.

A 30° edição do campeonato começa no autódromo de Interlagos, em São Paulo. Será a primeira das doze etapas do calendário deste ano, que tem encerramento previsto para 07 de dezembro também no circuito paulistano. A grande novidade é a disputa que dá ao vencedor o prêmio de um milhão de dólares, no Rio de Janeiro, no dia 31 de agosto. O evento trará mais emoção para o público e competitividade.

Serão 34 pilotos divididos entre 17 equipes, que utilizarão três modelos de carros – Mitsubishi Lancer, Chevrolet Astra e Peugeot 307. Outra alteração no regulamento é o formato dos treinos classificatórios do sábado. Eles são inspirados no atual modelo da Fórmula 1, com três sessões. O reabastecimento dos carros também voltará às corridas da Stock Car. A obrigatoriedade do reabastecimento vigorou na temporada de 2003 e nas primeiras três etapas de 2004. Depois, foi abandonada porque a tentativa de acrescentar um componente de emoção às corridas não se confirmou na prática.

Mas a temporada começa também com polêmica, depois das acusações do piloto da Stock Light, Renato Russo, de que alguns competidores da categoria consumiam drogas e álcool antes das largadas. Para acabar com qualquer desconfiança, os organizadores introduziram exames anti-doping: seis pilotos serão sorteados para o exame.