Terremoto atinge cinco estados do Sul e Sudeste

0
945

Abalo sísmico de 5,2 graus foi mais sentido no Sudeste e é o maior já registrado na região

Um tremor de 5,2 graus na escala Richter (que vai até 9) foi sentido em dezenas de cidades brasileiras, especialmente da região Sudeste. O epicentro aconteceu em alto mar, a 218 quilômetros de São Vicente, litoral de São Paulo, e a 10 quilômetros de profundidade. Segundo o geólogo Cristiano Chimpliganond, do Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), foi um terremoto de “magnitude considerável”. “Se as ondas sísmicas tivessem sido sentidas com mais intensidade em regiões habitadas poderiam causar graves danos”, explicou o especialista.

Este foi o o maior sismo já registrado na região e moradores de pelo menos cinco estados (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina) sentiram o tremor, mas não houve registro de pessoas feridas. O terremoto começou às 9 pm (hora de Brasília) da última terça-feira e durou cerca de cinco segundos, numa área incomum, onde não há falhas geológicas ou bordas de placas tectônicas que poderiam ter provocado o abalo.

Medições feitas no observatório sismológico de Brasília mostram que, nos últimos dez anos, mais de cinco mil abalos foram registrados no Brasil, sendo 400 deles com magnitude igual ou superior a 3 graus na escala Richter. No dia 9 de dezembro de 2007, por exemplo, um tremor de magnitude menor (4,9 graus) provocou desabamento de casas e a morte de uma criança no norte de Minas Gerais.
De acordo com depoimentos de moradores de São Paulo, tudo começou a tremer e muitos tiveram uma sensação de tontura. Este foi o quarto terremoto mais intenso já registrado no país. A seguir, os três tremores mais fortes:
– Em 1955, no Mato Grosso (6,2 graus)
– Em 1939, em Santa Catarina (5,5 graus)
– Em 1983, no Amazonas (5,5 graus)us)
– Em 1983, no Amazonas (5,5 graus)