Histórico

Terremoto de 6,4 graus mata dois na Rússia

da Folha Online

Um forte terremoto de 6,4 graus na escala Richter matou duas pessoas e deixou ao menos dez feridos nesta quinta-feira em uma pequena cidade de pescadores no extremo leste da Rússia, informaram autoridades locais. Um alerta para tsunamis foi momentaneamente emitido, mas já foi suspenso.

O terremoto, que começou por volta das 11h38 (23h38 desta quarta-feira em Brasília) perto de Sakhalin, ilha ao norte do Japão, foi seguido por um segundo tremor de magnitude 5,9 na escala Richter às 14h22 (2h22 de Brasília).

Uma mulher morreu quando o telhado do Palácio da Cultura da cidade de Nevelsk desabou, disse o porta-voz do serviço de emergência local, Viktor Beltson. Outro homem em Nevelsk morreu vítima de um ataque cardíaco.

A agência de notícias Itar-Tass, citando um enviado presidencial, informou que há dez feridos e 240 desabrigados em Nevelsk. Quatro prédios foram danificados a ponto de não poderem ser consertados. Nevelsk possui 18 mil habitantes.

Mais de 60 funcionários de resgate chegaram a Nevelsk e armaram tendas para as famílias desabrigadas pelo terremoto. Alguns dos que perderam suas casas buscaram abrigo em duas escolas locais. O tremor levou a um corte de energia na vila.

Autoridades informaram que os terremotos tiveram epicentro a 33 km de profundidade sob o estreito de Tartar, que fica entre Sakhalin e o território continental.

No Japão, ondas de cerca de 30 centímetros geradas pelo terremoto chegaram até a cidade de Wakkanai, na ilha de Hokkaido (norte) pouco antes das 14h (2h de Brasília). As autoridades locais suspenderam a alerta contra tsunamis no Japão três horas depois do primeiro tremor.