The Rhythm Foundation

0
883

The Rhythm Foundation, o Brasil com sotaque

Há mais de 19 anos, fundação realiza shows com artistas brasileiros nos EUA

Certamente você já assistiu, ou pelo menos ficou sabendo de alguns grandes shows de artistas brasileiros que se apresentaram aqui no sul da Flórida. O que muitos não sabem, porém, é que a empresa promotora de shows responsável pela vinda destes artistas não pertence a brasileiros. Seu fundador foi o americano James Quinlan, que comanda a empresa juntamente com sua esposa, Laura.

The Rhythm Foundation tem apenas quatro pessoas em sua infra-estrutura, o que se traduz em muito trabalho e dedicação total. Uma delas é o brasileiro Gene de Souza, que há cinco anos vem trabalhando com o casal Quinlan. “Trabalhamos muito, mas a recompensa é fantástica. O mais importante é ver a casa lotada e as pessoas felizes”, garante Souza.

A entrada de Gene de Souza ajudou a The Rhythm Foundation numa área bastante sensível, conforme explica o próprio empreendedor cultural: “Quando comecei, a Rhythm Foundation fazia oito shows por ano e não tinha nenhum patrocinador. Eu conversei muito com a dretora Laura Quinlan sobre o futuros planos, metas, ideais e como realizar tudo isso. Ela é uma pessoa extraordinária e uma profissional respeitadíssima no meio artístico. Com a minha entrada ela pôde se concentrar na parte de produção, escolha dos artistas enquanto eu trouxe mais recursos, parcerias e patrocínios”.

Nasce a fundação

O primeiro evento oficial da The Rhythm Foundation foi em agosto de 1988, com um show completamente lotado de Milton Nascimento, em agosto de 1988, no Gusman Theater em Downtown Miami.

Portanto, no próximo ano, The Rhythm Foundation estará comemorando 20 anos de apresentações aqui no sul da Flórida, com os melhores artistas do mundo. Fundação cultural sem fins lucrativos (non-profit 501c3), a fundação se tornou o mais importante produtor cultural na area de “World Music”, através de projetos e eventos de forte apelo para as diferentes comunidades da nossa região. Isso significa vários eventos por ano com artistas do Brasil, América Latina, Caribe, África, Ásia e Europa – cerca de 20 shows e festivais por ano em diferentes teatros no sul da Flórida, o que garante à Rhythm Foundation um público fiel de mais de 25,000 espectadores cada ano – um grupo de pessoas interessadas no cenário musical internacional.

The Rhythm Foundation estabeleceu uma reputação de altíssimo nível e um público fiel durante este período. O sistema de membros também aumenta a comunicação com o público. O sucesso da fundação se deve à seleção dos melhores artistas e o alto nível de produção. A atenção especial para a divulgação de cada show resulta em casa lotadas. O excelente relacionamento com a mídia produz uma cobertura extensa dos shows e artistas produzidos pela equipe, em razão dos grandes nomes trazidos.

James Quinlan trouxe consigo a bagagem de ter trabalhado muitos anos em Nova York produzindo festivais e shows antes de vir para Miami, tendo sido também “tour manager” de Naná Vasconcelos, Hermeto Pascoal, Felá Kuti e muitos outros.

Objetivo ao ser criada

The Rhythm Foundation surgiu com o objetivo de salvar o Cameo Theater, um teatro em Miami Beach que estava ameaçado de ser demolido. James e a esposa Laura estavam produzindo shows de rock na época. Quando esses shows começaram a subir para Ft. Lauderdale, eles mudaram para shows de reggae, música africana e brasileira com grande sucesso. O Cameo Theater continua lá até hoje e a Rhythm Foundation continua também com a missão de apresentar o melhor da música internacional para o público da Flórida.

Nestes quase 20 anos, mais de 250 artistas foram trazidos pela The Rhythm Foundation, e a lista tem nomes de destaque como Paco de Lucia, Mercedes Sosa, Ravi Shankar, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Marisa Monte, Cesaria Évora, Youssou n’Dour, entre outros. Nos últimos anos, eles começaram a produzir shows de artistas novos como Bossacucanova, Céu, Bajofondo Tango Club, Gotan Project, Thievery Corporation e Chambao.

Os Quinlans não escondem sua identificação com a cultura brasileira, por motivos sentimentais (o primeiro show foi lotado com o Milton Nascimento), mas também pela excelente receptividade. Segundo Gene de Souza, “todo público adora os shows brasileiros, americanos, cubanos, colombianos, europeus etc. Os grandes sucesso de público todo ano sempre são os brasileiros e espanhóis. Esse ano tivemos o Gilberto Gil e Caetano Veloso, ambos lotados. Os artistas novos também fazem muito sucesso. Os dois shows que tivemos com o Seu Jorge foram surpreendentes por causa da grande quantidade de não-brasileiros na platéia”.

Planos para 2008

The Rhythm Foundation atua sempre no sul da Flórida, mas tem projetos ligados a parceiros em outras cidades dos EUA, do Brasil e da Europa. Gene de Souza explica, ainda, que eles ajudaram a coordenar a última turnê do Gilberto Gil e viabilizaram a vinda dos Mutantes e da Maria Rita. Muitos artistas brasileiros e de outros países também tiveram sua estréia nos EUA por causa da Rhythm Foundation. “Agora em outubro tivemos a estréia da cantora Buika da Espanha. Preste atenção nesso nome porque ela é um fenômeno da música flamenca.
Ela nunca teria vindo se não fosse a nossa parceria com empresários da Espanha”, garante Souza.

The Rhythm Foundation entra 2008 com todo o gás. O ano se inicia com o sexto Heineken TransAtlantic Festival que apresenta as grandes novidades de cidades como Rio de Janeiro, Barcelona, Buenos Aires, Miami, Nova York, etc. “A Heineken é sinônimo de boa música e eles patrocinam muitos eventos em todo o planeta. Com esse festival nós fizemos algo diferente que não existe em nenhum lugar, um festival que divulga world music moderno. Os artistas ainda não estão definidos, mas pode ter certeza que será bom”, promete o brasileiro. Além disso, The Rhythm Foundation está trazendo Asha Bosle, da Índia, no Broward Center, o percussionista Zakir Hussein, do Paquistão, no Artime Theater, e Fete de La Musique, em Downtown Miami.

Para finalizar, Gene de Souza enaltece as duas décadas de atividade de The Rhythm Foundation: “A temporada 2007-2008 é muito importante porque estamos comemorando 20 anos de sucesso. O show do Caetano Veloso no dia 24 de novembro foi um show maravilhoso que não teria sido possível sem o apoio da Fastway Moving. Nossos patrocinadores e nossos membros são essências para que a Rhythm Foundation continue a crescer”.

Nós, brasileiros, só temos a agradecer e se deliciar com os shows de nossos artistas e também de artistas de outros países, porque música é algo que rompe fronteiras terrestres e faz a verdadeira integração global.