Histórico

Tormenta tropical Chris perde força e não ameaça sul da Flórida

Com ventos em torno de 35 milhas por hora, a tormenta tropical não deve transformar-se em furacão

A tormenta tropical Chris enfraqueceu nesta sexta-feira (4), na região de Porto Rico, na costa leste caribenha, e não representa mais uma ameaça de transformar-se em furacão para a região.

Às 8 da manhã.,a tormenta tinha ventos máximos sustentado em torno de 35 mph, 4 mph abaixo do limite de tormenta tropical. Meteorologistas disseram que isto poderia fortalecer a tormenta tropical novamente, mas não deve ir muito além disto. “Será difícil que se torne um furacão dentro dos próximos cinco dias”, analisou o meteorologista Robbie Berg do Centro Nacional de Furacões em Miami.

As previsões indicam que Chris deve passar por cima de Cuba e seguir para o Golfo do México, alcançando Texas ou o México na quarta-feira pela manhã.

Na sexta-feira pela manhã, o olho de Chris estava em torno de 20 milhas ao sul da Ilha Grand Turk no sudoeste das Bahamas e movendo-se para oeste à velocidade de 13 mph. Espera-se que atinja Haiti, República Dominicana e o sudeste das Bahamas na sexta-feira. São esperadas chuvas fortes.

Na quinta-feira à tarde, o rio Fajardo, em Porto Rico, transbordou e inundou a rodovia, fechando temporariamente a estrada que une a capital San Juan à costa norte do país, mas Chris já deixou a ilha.

Não foram divulgados grandes prejuízos no Caribe por causa do Chris, que na quarta-feira ameaçou transformar-se no primeiro furacão desta temporada do Oceano Atlaâtico.