Trânsito na Flórida está entre os mais perigosos dos EUA

0
765

Policiais intensificam fiscalização e dizem que há pelo 3.200 motoristas agressivos no estado

Assustada com o aumento de acidentes de trânsito nas estradas e ruas do estado, a polícia rodoviária da Flórida (Florida Highway Patrol) realizou no final de julho uma operação para colocar um freio nos motoristas agressivos, coibindo excesso de velocidade e infrações como mudanças constantes de faixas de rolagem, por exemplo. E quem está acostumado a dirigir perigosamente deve tomar cuidado: o procedimento será repetido de forma sistemática, em especial aqui na nossa região. Até porque, de acordo com o levantamento da polícia, o condado de Miami-Dade é recordista no número de motoristas perigosos, com 378, e Broward ocupa a quinta colocação neste ranking. Há o senso comum entre as autoridades de que o trânsito da Flórida é um dos mais perigosos do país.

Quem circulou nos últimos dias de julho pelas principais rodovias do estado, principalmente a I-95, reparou um número excessivo de oficiais da FHP atuando na fiscalização. Mesmo funcionários que normalmente exercem cargos administrativos foram usados nas funções externas para este fim, lançando mão de radares eletrônicos, carros à paisana e até helicópteros para identificar os motoristas agressivos no trânsito. As multas emitidas para estas irregularidades não foram majoradas, mas se o infrator receber a indicação de que representa um risco aos outros motoristas é muito provável que tenha que passar de novo pela auto-escola e receba outras sanções.

Assim determina a nova lei estadual, sancionada recentemente pelo governador Charlie Crist, que será aplicada a partir de 2010 a quem se envolver em três batidas de trânsito num período de três anos. “Motoristas nesta situação demonstrariam não apenas uma propensão a acidentes, mas também a irregularidades”, disse Electra Bustle, diretora-executiva da agência estadual de segurança nas estradas, acrescentando que o objetivo da medida é conseguir alterar o comportamento de pelo menos um motorista no estado.

Os oficiais da FHP, que identificaram pelo menos 3.200 motoristas agressivos em todo o estado, pedem, inclusive, a ajuda da comunidade para reduzir o número de acidentes: através do telefone *FHP (*347) a população em geral pode reportar a incidência de infrações como agressividade no trânsito e suspeita de direção sob efeito de álcool – mas, para isso, pare o seu veículo no acostamento, pois é proibido o uso de celular ao volante.

I-95 é a rodovia mais perigosa dos EUA

As 1.925 milhas da Interstate 95 (I-95, que liga a Flórida e Maine) são consideradas as mais perigosas do país. A estrada atravessa algumas das áreas urbanas mais populosas do país, entre elas Boston, New York, Philadelphia, Baltimore, Washington DC e Miami, e recebeu o apelido de ‘rodovia da morte’. De acordo com as estatísticas da patrulha rodoviária, mais de três mil pessoas perderam suas vidas na I-95 entre 2004 e 2008, o que significa quase duas mortes por dia nesta estrada. Nesta estatística constam, inclusive, brasileiros, como a mineira Cristina Pokrajac, atropelada no início deste ano em Pompano Beach, e a gaúcha Cláudia Ávila, atingida por uma placa de metal que se soltou de um caminhão, na altura de Delray Beach. As duas foram vítimas da imprudência de outros motoristas.