Trump desiste de concorrer à presidência

0
939

Ele, porém, acredita que se entrasse na corrida teria boas chances de ser eleito

Mesmo com a convicção de que poderia ser o próximo presidente dos Estados Unidos, o polêmico multimilionário Donald Trump desistiu de concorrer à vaga de candidato republicano à corrida presidencial em 2012. Em entrevista coletiva, ele anunciou que vai continuar tocando seus projetos atuais, entre eles um reality show e os trabalhos sociais. “Não foi uma decisão fácil, especialmente quando as pesquisas pelo país me colocam à frente entre os candidatos do meu partido”, disse Trump.
O empresário acredita que teria boas chances contra o democrata Barack Obama, que já anunciou que tentará a reeleição. “Passei os últimos meses fazendo campanha de maneira extra-oficial e gostei da experiência. No entanto, os negócios são a minha grande paixão e não estou preparado, ainda, para deixar o setor privado”, explicou o milionário, deixando a porta aberta para uma futura corrida à Casa Branca.
Na pré-campanha, Trump chamou mais atenção pela forma como atacou o atual ocupante do cargo: primeiro, exigiu que Obama provasse que nasceu nos Estados Unidos. Depois, acusou o líder da nação de ter sido um aluno apenas mediano na escola e insinuou que ele teria conseguido bolsa para as principais universidades do país por meios suspeitos. A partir de agora, ele pretende fazer o que chamou de oposição consciente ao governo. “É importante não me envergonhar de expressar as opiniões que tantas pessoas compartilham comigo e que não têm um meio pelo qual expressá-las”, declarou Trump.