TSE ameaça cancelar 1,5 milhão de títulos

0
619

Eleitores que não votaram e sequer justificaram a ausência têm até14 de abril para acertar situação

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que 1.472.174 eleitores correm o risco de ter o título cancelado. O motivo? Não compareceram e não justificaram a ausência nas três últimas votações (1º e 2º turnos de 2010 e 2º turno de 2008). Os interessados têm até o dia 14 de abril para regularizar a situação, pagando a multa, cujo valor costuma não ultrapassar três reais por turno perdido.

A possibilidade de suspensão do título eleitoral é um problema que afeta diretamente os brasileiros que vivem no exterior. Não custa lembrar que a irregularidade impede a obtenção de passaporte ou carteira de identidade, e mesmo outros documentos solicitados junto às repartições diplomáticas. Para resolver regularizar o título basta comparecer ao cartório eleitoral mais próximo ” no caso dos imigrantes, ao consulado mais próximo. Se você tem dúvidas sobre sua condição eleitoral, acesse o site do Tribunal (www.tse.jus.br) e faça a consulta fornecendo informações básicas.

A atualização cadastral ocorre sempre no ano posterior às eleições. Em 2009, foram cancelados 551.456 documentos, bem menos do que os mais de 1,6 milhão suspensos em 2007. este ano, o maior número de eleitores ameaçados com a perda do título têm domicílio eleitoral no estado de São Paulo: 350.816 pessoas.