Um pedaço de Minas no sul da Flórida

0
615

Pavilhão Brasil na Feira do Livro de Miami vai homenagear a terra de Drummond e Guimarães Rosa

Pelo quarto ano consecutivo, a Feira do Livro de Miami vai abrigar um espaço na sua Vila Internacional voltado para a cultura brasileira. E, se os últimos dois anos, o Pavilhão Brasil enfocou a tradição de Salvador (Bahia), em 2006, e o Rio de Janeiro (RJ), em 2007, agora é a vez das Minas Gerais e seus encantos servirem de tema para a iniciativa do Centro Cultural Brasil-Estados Unidos (CCBU da Flórida). A feira acontece entre 9 e 16 de novembro, mas o Pavilhão Brasil vai funcionar nos dias 14 a 16, dentro da chamada ‘Street Fair’, em torno do campus do Miami-Dade College, em Downtown.

Fundada há 25 anos, a Miami Book Fair é a maior feira do gênero nos Estados Unidos. Anualmente reúne grandes nomes da literatura americana e internacional e os eventos relacionados às feiras nas ruas e ao Pavilhão Internacional costumam atrair milhares de visitantes. “Em 2005, a equipe organizadora deste grande evento procurou o CCBU oferecendo a oportunidade de apresentação de um Pavilhão do Brasil, no setor internacional da feira”, lembra a presidente da entidade, Adriana Sabino. A idéia agradou de imediato, pois a cultura brasileira poderia ganhar destaque junto à diversidade de manifestações tão comuns no sul da Flórida.

No ano passado, 12 mil pessoas visitaram o Pavilhão durante os três dias da feira ao qual compareceram nomes como Affonso Romano de Sant’Anna, Marina Colasanti, Geraldo Carneiro, José Murilo De Carvalho e Roberto DaMatta, entre outros. Em 2008, a grande atração do espaço brasilero será a escritora Nélida Piñon, a primeira mulher a presidir a Academia Brasileira de Letras. Nélida é carioca, mas tem uma forte ligação com o estado de Minas Gerais, onde morou muitos anos.

O CCBU decidiu prestar homenagem também aos quatro maiores brasileiros: Machado de Assis, cujo centenário de morte é celebrado em 2008; e os mineiros Guimarães Rosa, Carlos Drummond de Andrade e Fernando Sabino. Mas o leitor pode ter a certeza que o Pavilhão Brail terá ainda outros atrativos, como o pão-de-queijo e a cachaça tipicamente mineira, além de artesanatos e vídeos sobre as belezas do estado. A música também estará presente no evento, na voz e no som de Rose Max & Ramatis, num belíssimo show na noite de 13 de novembro, a noite brasileira da Miami Book Fair. Mais informações no site www.mdc.edu/bookfair.