Uma boa saúde começa sempre pelos dentes

0
787

Há 38 anos, o Dr. Roldan trata a saúde bucal como caso de saúde pública

Joselina Reis

Santiago Roldan

Com 38 anos de experiência, Santiago Roldan não tem dúvidas em dizer que cuidados com os dentes é um problema de saúde pública. “Todo mundo ganha quando seus dentes estão sadios: você, a sociedade e o país”, explica ele, lembrando que os problemas de saúde decorrentes da má escovação vão desde ataque do coração, diabetes e, mais recentemente, pesquisas têm indicado que também pode haver uma ligação com o mal de Alzheimer.

Santiago Roldan mantém sua clínica Nova Dental em Pompano Beach há dez anos. O seu trabalho e o da sua equipe tem sido premiado nos últimos seis anos com o America’s Top Dentists Award. O prêmio é concedido pela entidade Consumer’s Research Council of America anualmente há 17 anos. Os profissionais são escolhidos pelos anos de experiência, treinamento contínuo e participação nas associações de classe.

Formado no Chile, com especialização no Brasil e nos Estados Unidos, Santiago Roldan afirma que sempre recebe o prêmio anual com surpresa. “Nós nunca sabemos como eles chegam até nosso nome. É sempre uma boa surpresa. Com certeza deve haver a participação dos clientes na escolha”, acredita.

Com tanta experiência no curriculum, Santiago conhece bem o que está afetando a saúde da comunidade brasileira, que há muito tempo tem se integrado à dieta americana. “Os refrigerantes, os carboidratos e o leite causam sérios danos ao esmalte do dente”, explica ele, lembrando que há muito tempo o doce deixou de ser o único vilão da cárie.

Dicas
Entre as dicas para manter a saúde em dia, começando logicamente pela boca, Santiago alerta às mães que amamentam para que mantenham uma rotina de cuidados com o dentes dos bebês. “Limpar com gaze é essencial. O leite é o pior inimigo do esmalte dos dentes”, lembra. Com a chegada de mais dentes, a criança precisa aprender a escovar diariamente já durante a dentição temporária.

Chegada a fase adulta, lembra Santiago, dormir sem antes fazer uma limpeza adequada nos dentes pode ser considerado um erro grave. Se for adicionado a isso a má dieta, o adulto tem grandes probabilidades de ter problemas cardíacos, nas juntas, e desenvolver diabetes. “Os problemas de saúde vão surgindo, os médicos tratam os sintomas, mas a causa disso estava lá no passado. Nas más escolhas”, diz ele.
A decomposição dos alimentos na boca acaba destruindo o esmalte dos dentes. Ele explica que o uso do flúor, para fazer o bochecho, é altamente recomendado, porém deve-se evitar os que contêm álcool. “O álcool traz aquela sensação de frescor, mas mata células importantes na sua boca. Os prejuízos vão ser sentidos no estômago”, explica.

Para os idosos, quando a dentição já pode ter sido perdida, Santiago ressalta que nunca é tarde para cuidar da saúde. “Como você quer passar os anos que ainda lhe restam? Com qualidade de vida, lógico! Por isso, ter dente na boca não é uma vaidade é uma necessidade. Os dentes são importantes para a fala e para a mastigação”, conclui.