Until Brazil, um livro para ser lido com prazer e paixão

0
512

No Brasil, americana descobre novo mundo e se redescobre como mulher

Bethe Lee Moulton é uma consultora internacional que possui em seu currículo assessoria a grandes empresas multinacionais, sobretudo na área farmacêutica. Entretanto, ela consegue mesmo conquistar os leitores com seu estilo leve, quase coloquial, de escrever que a transformou numa cronista interessante do cenário brasileiro nos conturbados anos 80.

Ela tinha o que se pode chamar de um mundo perfeito.

Atuava como analista de uma importante consultoria, com sede em Boston, era casada com um médico radiologista, e vinha de uma família que lhe proporcionou uma boa educação.

Sua carreira profissional precisava de um impulso, e ele veio através de uma proposta para ela viajar ao Brasil a fim de atuar como consultora de uma grande empresa local que havia contratado os serviços da consultoria.

A partir daí, seu conceito de mundo modificou-se por completo.

Depois de ter enfrentado uma forte resistência familiar – nem o marido nem a irmã, a quem era muito ligada, demonstram entusiasmo com a proposta -, a personagem Beth (alter ego da autora) viaja para São Paulo e se depara com uma realidade completamente diferente daquela à qual estava acostumada. Em vez de escritórios organizados e ascéticos, ela precisa trabalhar num ambiente caótico, com prazos exíguos e, pior, sem falar sequer uma palavra em português.

Três meses, porém, foram suficientes para ela se adaptar à atmosfera brasileira e se redescobrir como profissional valorizada e sobretudo como mulher. A transformação foi tào radical que ela jogou para o alto a estabilidade financeira, a segurança matrimonial e o apoio familiar para mergulhar num mundo cheio de aventuras e desafios.

Vale a pena ler o livro e acompanhar as peripécias de Beth num país que, naquela época, era pouquíssimo conhecido pelos americanos.
E o pouco que se sabia não era nada lisonjeiro. Nosso país era sinônimo de ditadura, desorganização, instabilidade monetária e pouca representatividade internacional, enfim uma verdadeira República das Bananas.

Hoje, como todos sabemos, o Brasil goza de prestígio internacional e figura como um dos países com melhor perspectiva de crescimento mundial.

Agora, porém, Bethe Lee Moulton não vive mais no Brasil. Ela divide seu tempo entre Boca Raton, Boston e Buenos Aires, cidade onde nasceu seu marido atual.

Mas para que falar mais sobre o livro, quando o melhor é saboreá-lo através da narrativa de Bethe Moulton? Recomendamos a leitura tanto para os que vivenciaram a situação conturbada da pós-ditadura brasileira como para os jovens que desejam saber um pouco mais sobre o Brasil de mais de 20 anos atrás.

Quem quiser adquirir o livro Until Brazil, editado pela The Glide Press (de propriedade de Bethe Moulton), pode entrar em contato com a própria autora pelo telefone (561) 544-8876, ou procurar pelo título na www.amazon.com/author/ betheleemoulton. Pode ainda obter mais informações no site www.UntilBrazil.com.

Detalhe: o livro é escrito em inglês e por enquanto não foi traduzido para outros idiomas.