Venezuelanos fazem contrabando de peixe para sobreviver à crise

0
447

Os moradores das áreas centrais da região de savana da Venezuela que lutam para sobreviver à crise econômica do país têm encontrado uma nova forma de enfrentar as despesas: contrabando de peixe.

Enquanto contrabando de gasolina e medicamentos já se arrasta há anos, pouco se sabe sobre o comércio de toneladas de peixe de água doce por venezuelanos que os empilham em canoas compridas, motorizadas, e atravessam perigosos rios durante dias até a Colômbia.

Pescadores e comerciantes no Estado fronteiriço de Apure, nos “llanos” da Venezuela -as planícies agrícolas-, falam abertamente de negócios com as guerrilhas colombianas e suborno de autoridades venezuelanas, em um comércio que garante o sustento de aldeias inteiras.

Os rigorosos controles cambiais da Venezuela são o principal fator na condução de um comércio de contrabando que irrita o governo socialista do presidente Nicolás Maduro e provocou uma grande operação de repressão que apanhou centenas de supostos contrabandistas.