Violência dos cartéis mexicanos chegou aos campos de futebol

0
285

Nem mesmo o esporte escapou da violência dos cartéis mexicanos. Num país em guerra pelo controle das drogas e onde os conflitos entre traficantes e policiais são comuns, até mesmo uma partida de futebol virou palco para a barbárie. Há poucos dias, em Ciudad Juárez, um grupo fortemente armado invadiu um estádio e abriu fogo contra jogadores e público, matando sete pessoas.

Por ironia do destino, o campo de futebol fica em um centro comunitário aberto, num local usado para atividades de um programa social para diminuir os índices de criminalidade no local. Os mortos têm idade entre 19 e 26 anos e os policiais não têm dúvidas de que os atiradores são traficantes.

Segundo as investigações, foram disparados mais de 180 tiros e um dos mortos é um jogador de futebol.”O problema das drogas parece não ter fim nesta região”, lamentou Adrian Sanchez, porta-voz da polícia de Ciudad Juárez.