Pergunte ao advogado: as dúvidas de imigração dos leitores

0
7583
Imigração em Dia

Envie sua pergunta para imigracao@acheiusa.com, que ela será respondida na medida do possível.

Ludo Gardini, advogado com escritório em Pompano Beach (FL), telefone (855)337-8440.


Tenho sofrido agressões físicas e verbais do pai da minha filha desde a minha gravidez, tenho testemunhas e áudios gravados por mim ao longo desse período. Ele tem passagens pela polícia também por agressão. No momento ainda estou morando na mesma casa que ele, pois não tenho condições de me mudar pois minha filha ainda é um bebê. Ele tem green card e está em processo de cidadania, é alcoólatra, vive nas ruas até tarde da madrugada.  O que devo fazer para conseguir sair dessa situação, sendo que ele se nega a aceitar minhas condições de pensão e guarda da minha filha? Ou se com todas as provas que tenho e testemunhas eu consigo documentos através disso? 

Gardini – Prezada senhorita, eu sinto muito de ouvir a seu respeito e do abuso que você está sofrendo. A boa notícia é que você não precisa do seu companheiro para se legalizar. Você pode fazer isso sem a ajuda dele através da aplicação do VAWA que é a lei que protege as pessoas que sofrem abuso e violência doméstica. Minha recomendação é para você chamar a polícia na próxima vez que ele te encostar a mão, seja batendo ou mesmo só empurrando. A lei, inclusive a lei de imigração protege as pessoas que sofrem abuso não mão do parceiro/a.

Tenho um filho americano com apenas quatro meses, mas vim embora para o Brasil para não ficar ilegal. Mesmo eu morando aqui no Brasil, meu filho sendo americano nós pais teríamos algum direito de morar nos EUA?

Gardini – Sim seu direito de morar nos EUA será concedido quando seu filho completar 21 anos e poder aplicar para o green card de vocês. Antes do menino completar 21 anos a lei não dá nenhuma privilegio de você morar aqui de agora até ele completar 21 anos.

Já vivi por 10 anos nos EUA, entrei pelo México. Em 2012 fui presa pela imigração, paguei fiança e saí, fiquei mais 6 meses e na primeira Corte pedi deportação voluntária. Minha mãe tem green card, tem como ela aplicar para mim?

Gardini – Depende. Sua mãe com green card pode aplicar para você se você for solteira, independentemente de você ser maior ou menor. Se você for casada, terá  que esperar sua mãe fazer a cidadania americana para ela poder aplicar para o seu green card. Mãe com green card não pode aplicar para filhos/as casados.

Tenho uma dúvida em relação a pedido de asilo. Sou homossexual e jornalista. Muitas vezes, por ser homossexual, já fui perseguida e sofri homofobia. O Brasil é o quinto país onde jornalista é mais assassinado no mundo. Há alguma possibilidade de pedir asilo?

Gardini – Sem dúvida nenhuma, mas para ficar avisado, o fato de alguém poder pedir asilo não quer dizer que vai ganhar a causa. Casos de asilos não são fáceis de serem ganhos. Ainda mais se não houver prova de documentação da perseguição.

Entrei nos EUA com visto de turista, fiquei três anos, portanto, além do tempo permitido. Quais as minhas chances de voltar aos EUA? Faz dois anos que retornei. Tenho 62 anos faz diferença?

Gardini – Sua idade não faz diferença. O castigo é de 10 anos, ou seja baseado na lei, se você disser a verdade, quando for tentar reentrar você será deportado do aeroporto. Não tenho como te dizer se será possível a sua entrada. Em caso você arrisque a viajar para os EUA e der errado você tem que pedir na fronteira para “retirar o seu pedido de admissão” isso evitaria que você seja deportado, mas você ainda volta para o Brasil no primeiro voo.

Já morei ilegal nos Estados Unidos por alguns anos. Na terceira vez que fui entrar aí em 2005 fui impedida de entrar e deportada para o Brasil. Depois de ser deportada, entrei novamente em 2007, fui pelo México, pois meus quatro filhos moram aí. Voltei para o Brasil em 2012. Meu filho é cidadão americano e já entrou com pedido de green card para mim.  Preciso saber qual o tempo na verdade que demora o processo.

Gardini – Bem, o processo de pedido leva em torno de 12 meses se não houver problema nenhum. Como você saiu dos EUA em 2012, você tem um castigo de 10 anos. Ou seja, se você saiu em 2012, baseado na lei você só poderia voltar em 2022. Caso eles descubram que você fez isso três vezes seu castigo passa a ser 20 anos. E aí você só poderá retornar em 2032.