Advogado tira dúvida dos leitores sobre imigração – Edição593

0
3597

Clique aqui para enviar sua dúvida de imigração, ela será respondida na medida do possível


Ludo Gardini, advogado com escritório em Pompano Beach (FL), telefone (855)337-8440.

Vim para os EUA em março com o visto K1 (noiva) e me casei em março. Meu greencard de 2 anos chegou em setembro. Quando cheguei meu esposo (noivo na época) me fez assinar um documento prenuptial agreement que ele mesmo fez (ou mandou alguém fazer). Neste papel está tudo em inglês. Eu assinei sem entender muito. Os meses passaram e o casamento virou um inferno. Ele é muito agressivo comigo e com minha filha (10 anos), ele não nos agride fisicamente, porém verbalmente o tempo todo. Grita muito, bate portas, quebra pratos, usa palavrões e nos manda ir embora da casa. Eu quero o divórcio, não aguento mais a situação. Se eu me divorciar, consigo o greencard de dez anos? Quais os meus direitos?
Gardini – Se você se divorciar existe uma grande possibilidade de você conseguir o green card de 10 anos, para se conseguir o green card, a pessoa não precisa ficar casada os dois e sim provar que o casamento ocorreu de boa fé, ou seja foi por amor e não para burlar as leis americanas de imigração. Meu conselho para você é para sair de casa e entrar com um divórcio o mais rápido possível. Você para isso terá com a petição de green card para os 10 anos I-751 tão pronto seu divórcio esteja concluído.

Estou fazendo um curso de extensão em Los Angeles com o visto F-1. Não tenho permissão para trabalhar com esse visto e também não posso tirar meu SSN. O fato de eu conseguir o ITIN number muda alguma coisa a permissão de trabalho? Eu poderia ser um prestador de serviço? Obrigado.
Gardini – O “ITIN number” não te dá direito de trabalhar e a definição de trabalho é qualquer atividade remunerada seja como empregado, ou prestadora de serviço, então infelizmente mesmo com o visto F1 e o ITIN Number você não pode trabalhar legalmente.

Meu pai é cidadão americano nascido em Chicago. Tenho 54 anos, moro no Brasil, como faço para adquirir a cidadania americana? Como faço para passar para o meu filho a cidadania? Eu tenho que morar nos USA durante o processo?
Gardini – Prezada leitora, sua pergunta é extremamente técnica e a cidadania por derivação é muito complicado para se responder por email ou via um jornal, eu recomendo que você marque uma consulta com um advogado de sua preferência o mais rápido possível. A resposta a você depende de informações como: quando seu pai virou cidadão? Quantos anos você tinha? Se você já morou nos EUA? Etc, etc…

Gostaria de saber se eu for estudar nos EUA com visto F1 e meu esposo ir com o visto F2, ele tem direito ao Social Security? Obrigada.
Gardini – Infelizmente ele não tem direito ao Social Security, e se você vier estudar inglês você também não terá direito ao SSN.

Sou brasileira com cidadania italiana e hoje moro na Itália. Estou me mudando para Miami com meu noivo italiano, estamos validando para comprar um bar ou abrir uma loja de lingerie. Você me aconselha entrar na Flórida como Italiana (passaporte europeu + documentos) ou como brasileira? A empresa será no nome do meu noivo. Para eu conseguir o visto também, você me aconselha a casar com ele antes de comprar a empresa ou depois que ele encaminhar o visto?
Gardini – Se você entrar como italiana você não pode estender nem trocar seu status, você poderá ficar na Flórida somente 90 dias e terá que sair e eventualmente fazer o visto E-1/E-2 via consulado americano na Itália. Bem, com referência ao seu casamento isso é uma decisão pessoal quando vocês casam , mas para efeito de imigração seria interessante vocês casarem antes dele pedir o visto de trabalho.

Olá, gostaria de saber se uma pessoa que já está indocumentada nos EUA pode mudar seu status para visto de trabalho? Obrigada.
Gardini – Somente se a pessoa for elegível pra o 245(i) se você não sabe o que é 245(i) então você não pode fazer… 245(i) é a lei do Ex-Presidente Bill Clinton que passou no ano de 2001.