Circulando

0
1952
Foto de TODDY HOLLAND/FACEBOOK
Foto de TODDY HOLLAND/FACEBOOK

Por Jorge Nunes — jjorge@acheiusa.com

Toddy leva mais um

Toddy Holland, fotógrafo brasileiro radicado nos EUA, contabilizou mais um prêmio para a carreira já consagrada por honrarias. Desta vez o pernambucano, que já clicou para revistas como Playboy e Quatro Rodas, levou o Silver Award First Half 2018, da Wedding & Portrait Photographers International (WPPI), na categoria Portrait Fine Nude. É a segunda vez que o trabalho de Holland é reconhecido pela WPPI, e ele é o único brasileiro premiado desde a instituição do concurso, em 2013. A WPPI é uma referência em exposições e eventos fotográficos de alto nível nos Estados Unidos. A premiação vai ser no próximo evento da WPPI, em Las Vegas, que acontece em fevereiro do ano que vem. Confira todas as fotos premiadas em wppiawards.com, e todo o trabalho de Holland em toddyholland.com

“Sá Marina” vira nome de rua

A canção “Sá Marina”, clássico da MPB gravado por mais de 200 cantores de todo mundo, de autoria de Antonio Adolfo e Tibério Gaspar, virou nome de ladeira em Sapucaia, cidade do Rio de Janeiro a cerca de 150 quilômetros da capital. A letra foi inspirada em uma moradora, a professora Brasilina, eternizada por Gaspar e Adolfo, cantada em verso como “descendo a rua da ladeira, com sua saia branca costumeira, cheirando a flor de laranjeira”. A prefeitura de Sapucaia resolveu homenagear os autores, batizando uma ladeira com o nome da canção, reconhecendo sua importância para a cidade onde Gaspar, autor da letra, cresceu. Antonio Adolfo e Victor Maru, filho de Gaspar, foram a Sapucaia para a inauguração. Depois dos agradecimentos ao prefeito Fabrício Baião, autor da ideia, Adolfo foi ao piano e tocou pela primeira vez “Sá Marina” na ladeira que agora leva o nome da canção. Na foto acima, Adolfo descerra a placa inaugural, ao lado de Maru e Baião.

Antonio Adolfo, que divide a carreira entre os Estados Unidos e Brasil, toca em Miami no próximo dia 14 de novembro, ao lado da South Florida Jazz Orchestra.

Sob o comando de Lupa

O DJ Luis Paulo Souza, mais conhecido como Lupa, foi o promotor da superfesta que aconteceu no terraço do hotel Townhouse, em Miami Beach, logo após a exibição do filme Uma Quase Dupla, na abertura da mostra competitiva do festival de cinema brasileiro de Miami. Estrelado por Tatá Werneck e Cauã Reymond, o filme do diretor Marcus Baldini foi apresentado pelo AcheiUSA e é forte concorrente à Lente de Cristal, o cobiçado prêmio de melhor filme do festival. Lupa prepara novidades para a programação da Rádio Achei, webradio do grupo AcheiUSA que passa por uma total reformulação, depois de completado seu primeiro ano no ar. Aguardem.

Elba Ramalho em Pompano Beach

Já está quase tudo pronto para a maior festa popular brasileira no estado da Flórida, o Brazilian Festival Pompano Beach. O empresário Luciano Sameli, promotor do evento, confirma as atrações: a banda de reggae Chimarruts, Marcelo D2, a dupla Don & Juan e Elba Ramalho, a atração principal da festa que acontece nos dias 20 e 21 de outubro, no Pompano Beach Community Park. Sameli prevê que a festa deste ano vá bater o recorde de público do ano passado, quando cerca de 20 mil pessoas foram ao parque curtir o evento que, além das atrações musicais, reúne comida típica, diversão para crianças, show de artistas locais, exposição e venda de artesanato, desfile de escolas de samba locais e muito mais. A festa tem o apoio da prefeitura de Pompano Beach, “capital da comunidade brasileira na Flórida”.

Mudança de Ritmo

Depois de 16 anos ajudando a produtora de shows Rhythm Foundation a promover o melhor da música internacional em Miami, trazendo para cá artistas como Paco de Lucia, Manu Chao, Seu Jorge, Caetano Veloso, Gilberto Gil e Maria Bethania, o promotor cultural Gene de Souza parte para outros caminhos mais ousados. Profundo conhecedor de música em geral e da música brasileira em especial, Gene deixa a Rhythm Foundation, comandada por James e Laura Quinlan, e segue para um projeto pessoal de produtor, representando vários artistas brasileiros para shows nos Estados Unidos. Há mais de dez anos Gene apresenta pela rádio WDNA o programa Café Brasil, especializado em MPB, que vai ao ar todo domingo à noite.

Astrologia Informal

A psicóloga e astróloga Angela Nunes, que durante muito tempo assinou a coluna “O Que Vai Pelas Estrelas” no AcheiUSA, estreia novo trabalho no Rio Informal, espaço online que pretende reunir pessoas com afinidades entre si para escreverem sobre arte, cultura, cidadania e estilo de vida. Angela assina lá a coluna Astros e Estrelas, onde aborda a astrologia de um ponto de vista que vai muito além da simplicidade de horóscopos e previsões, buscando conexões com ciências como física, psicologia, história e astronomia. O endereço do Rio Informal é rioinformal.com e a coluna de Angela está em rioinformal.com/angela-nunes.

Das planilhas para as telas

Depois de uma carreira bem-sucedida como profissional no mercado financeiro, a carioca Fabiana Cunha trancou gavetas, livrou-se de vez das planilhas de Excel e se mandou com telas e pincéis para um sítio paradisíaco em Nogueira, na região da grande Petrópolis (RJ), onde resolveu se dedicar integralmente às artes plásticas, sua paixão. Inspirada pela beleza quase mágica da Região Serrana, Fabi desandou a produzir uma arte delicada, retratando mata e pássaros nativos com rara originalidade e sensibilidade. A artista trouxe seu trabalho para Miami, onde ele foi exposto na festa em homenagem ao empresário Miguel Perroti, espécie de mecenas dos projetos culturais brasileiros na cidade, recentemente falecido. A homenagem foi uma iniciativa de Viviane Spinelli, co-diretora do Brazilian Film Festival of Miami, uma das instituições privilegiadas pelo entusiasmo do querido empresário, que fará muita falta para os promotores da cultura brasileira nos Estados Unidos.