Pergunte ao advogado: as dúvidas de imigração dos leitores

0
4776
Imigração em Dia

Envie sua pergunta para imigracao@acheiusa.com, que ela será respondida na medida do possível.

Ludo Gardini, advogado com escritório em Pompano Beach (FL), telefone (855)337-8440.


Moro em Governador Valadares (MG) trabalho e estudo aqui. Minha mãe me levou para os EUA ilegalmente em 2005, quando eu tinha 10 anos e voltamos em maio de 2007, permanecendo cerca de 1 ano e meio nos EUA. Voltamos juntas, e hoje ela também trabalha e estuda aqui. O que eu gostaria de saber é se eu tenho chances reais de conseguir o visto ou teria que tomar alguma providência com advogados, como por exemplo, aquele pedido de waiver?

Gardini – Se você já está a 10 anos fora dos EUA você poderia tentar o visto, contudo você terá que provar vínculos com o Brasil e provar que não tem intenção de imigrar para os EUA. Minha recomendação e que você tente o visto, pois se você não tentar, você nunca vai saber se você conseguiria, e o pior que pode acontecer  é você continuar sem o visto.  

Eu tenho um relacionamento com o meu professor de inglês, ele é americano e tem visto de trabalho no Brasil. Ele vai retornar para os EUA e dar início ao visto K1 para que possamos nos casar. Tenho medo do visto K1 e o green card serem negados, não só por sermos um casal homoafetivo, mas também pela nossa diferença de idade. Ele tem 60 anos e eu tenho 24. O relacionamento é real e verdadeiro, já viajamos juntos para vários lugares do Brasil e da América do Sul e temos muitas fotos. Tenho chances de ser aprovado nesse processo ou é melhor desistir?

Gardini – Querido, não desista. O pior que pode acontecer é o processo ser negado e isso terá o mesmo resultado se você desistir. A imigração não pode discriminar baseado em sexo e idade e a imigração já aceita casamento de mesmo sexo. Minha recomendação é que você prossiga com o pedido de visto K1.

A respeito da loteria do green card, brasileiros não podem concorrer, correto? E no caso de brasileiros com cidadania europeia? Como funciona? É possível? Qual seria melhor e mais fácil forma de um cidadão europeu conseguir o GC?

Gardini – O Brasil nos últimos anos não tem participado da loteria de green card. Se você tiver uma outra cidadania é possível. Não existe forma mais fácil de um cidadão Europeu conseguir green card. A forma mais fácil dependerá da sua situação, como ser filho de cidadão, emprego, casamento, investimento, visto E-2 etc…

Meu tio é cidadão americano e em 2000/2001 aplicou para minha mãe (irmã dele), pra mim e minha irmã numa lei (anistia) que permitia nos legalizar. Na época morávamos em Atlanta, Georgia. Infelizmente viemos para o Brasil de volta e imaginamos ter perdido este processo automaticamente. Como faço para saber realmente se perdemos?

Gardini – Se o processo foi de trabalho ele está perdido… mas isso não impede de você iniciar um processo novo estando no Brasil. O Processo de trabalho em questão chama-se EB-3, você terá que provar que você tem pelo menos dois anos de experiencia para a vaga de emprego que estão te oferecendo.

Gostaria de saber para quem ficou ilegal três anos e saiu por livre vontade, não fui deportado nem recebi carta nenhuma, quanto tempo é o castigo? Já faz 5 anos que voltei, será que corro risco de não conseguir entrar?

Gardini – O castigo é de 10 anos. Você terá que esperar mais 5 anos para tentar o visto de novo.

Fiz minha entrevista para me tornar cidadão americano há uma semana, passei e o officer me disse que ia  me recomendar para aprovação.  No mesmo dia meu status mudou para: N400 under superviser review. Não tenho pendências com justiça e nunca fui preso. Sabe me dizer se isso é um procedimento normal ou tem mais informações sobre casos parecidos?

Gardini – Isso é um procedimento normal. Você deverá receber a data para jurar a bandeira dentro em breve caso não haja nada de errado com o seu caso.