Quatro dias de folia e brincadeira

0
2323
Marta com o estilista Victor Dzenk
Marta com o estilista Victor Dzenk

Filho de peixe, peixinho é! Gostar de carnaval está no nosso sangue, vem no DNA. A prova? Olhem aí o novo Batman. Sabem quem é? Meu netinho, todo pimpão, aos três meses com sua primeira fantasia no seu primeiro carnaval, porque vocês sabem que é de pequenino que se torce o pepino…Então,como eu também comecei cedo, já introduzi o menino na folia do Rei Momo. E ele já saiu na Banda de Ipanema Mirim! E adorou! Só não cantou “Ó jardineira, porque estás tão triste?” porque ainda não fala… Aguardem no ano que vem!

Os pais foliões fazem com que os filhos comecem desde pequenos a gostar da folia e brincadeira do carnaval,  quando levam os pequenos para os blocos de rua e nos bailes infantis vestidos com suas fantasias de Branca de Neve, Mulher Maravilha, Drácula, Minnie, Cinderela, Superman, Pedrita, e a criançada cai no samba!

Fui curtir o Bailinho de Carnaval do Fashion Mall para crianças de todas as idades, e tirei estas fotos deliciosas dos mini foliões vivendo seu dia de folia e brincadeira. E a gente continua gostando de virar outra personagem, vestir a fantasia… a minha primeira fantasia foi de baiana, linda por sinal, cheia de barangandãs, turbante, com cesta de frutas e tudo, aos 4 anos… Depois já fui havaiana,  Maria Antonieta, melindrosa várias vezes, tirolesa (infalível, quem ainda não foi levanta a mão..), Cleópatra, etc, e este ano fui geisha, no Baile do Copacabana Palace…Não enganei ninguém, claro, geisha loura? De autêntico, só o arranjo maravilhoso da cabeça que eu trouxe do Japão há dois anos atrás, já pensando no carnaval. Nas fotos, estou com o estilista mineiro Victor Dzenk, com a embaixadora Farida Jaidi do Marrocos que este ano foi o tema da Mocidade Independente de Padre Miguel, quando  ganhou o segundo lugar muito merecidamente, pois estava deslumbrante. Tirei foto também com o padre Fernando, da paróquia de Nossa Senhora de Fátima,em Belo Horizonte, que fará 100 anos de sua aparição na Cova da Iria, em Portugal, e ele é meu pároco também. Padre Fernando estava elegantérrimo de smoking preto, e para os que possam estranhar um padre ir à  um baile de carnaval, eu digo o seguinte: Deus está onde os homens de boa vontade estão! O querido Padre Fernando foi convidado e fez muito bem em ir, pois  ele é um homem secular, inteligente, muito elegante e culto. E é carnaval, nada de mal,  amanhã tudo volta ao normal.