Pergunte ao advogado: as dúvidas de imigração dos leitores

0
8449
Imigração em Dia

Envie sua pergunta para imigracao@acheiusa.com, que ela será respondida na medida do possível.

Ludo Gardini, advogado com escritório em Pompano Beach (FL), telefone (855)337-8440


Gostaria de saber se tem como o advogado solicitar à imigração o status imigratório do cliente, para que possa verificar o que pode ser feito no caso?

Gardini – Sim e existe essa opção através de um processo chamado “Freedom of Information Act (FOIA)”. Com referência a imigração uma vez que esse pedido é feito pelo formulário G-639  e leva entre seis a nove meses para chegar a resposta.

Gostaria de entrar nos Estados Unidos com meu visto de turismo e, depois de algum tempo, mudar meu status para estudante. Depois de mudar de status eu posso solicitar um social security?

Gardini – Não são todos os vistos de estudantes que permitem o recebimento de Social Security Number (SSN). O visto de estudante para aprender Inglês não dá para receber o SSN mais, se você for fazer uma faculdade aí sim você consegue o SSN.

Sou brasileira e sou casada com um suíço e sendo que a Suíça um pais independente da UE, gostaria de saber se no nosso caso é mais fácil conseguir um visto de trabalho nos EUA?

Gardini – Você sendo suíça, ou seu esposo você teria a chance de um visto a mais que não existe para o brasileiros, o visto é chamado E-1 ou E-2, infelizmente para toda outra qualificação de vistos o tempo e as condições serão as mesmas, mesmo você sendo suíça.

Morei nos EUA de 2004 A 2012 quando voltei para o Brasil. Entrei pelo México, nunca tive problemas, tenho um a filha que nasceu aí.  Sei também que tenho um castigo de 10 anos sem poder entrar aí, mas hoje queria tentar um visto, pois tenho vários bens em meu nome. Quero ir só para passear, você acha que consigo pegar o visto de turismo?

Gardini – NÃO, acho que você não consegue. Mas tenta, o pior que vai acontecer é você receber o não formalmente.

Gostaria de saber se quando eu for receber o green card tenho que mudar para os EUA no momento do recebimento, ou se posso ir ficar o período necessário para receber o documento e depois retornar novamente para o Brasil, porém indo para os EUA com frequência?

Gardini – O green card também chamado de “Legal Permanent Resident Card” diz no próprio nome que a pessoa tem que ter a intenção de residir permanentemente nos EUA e fazer dos EUA o pais de residência permanente (repeti para ficar claro). Se você usar o green card como uma forma de visto de entrada, eventualmente a imigração pode tentar cancelar o mesmo e colocar você em um processo de deportação.

Abri uma empresa nos EUA em dezembro/2015. Na minha última viagem, em janeiro de 2016, quando cheguei à imigração o agente me perguntou se eu estava indo nos EUA a trabalho, pois eu tinha acabado de sair em dezembro. Eu disse que sim, pois tinha aberto uma empresa nos EUA e estava indo para visitar alguns possíveis clientes que eu estava tentando captar. O agente disse que o meu visto não era apropriado para isso. Tenho o B1/B2. Ele me disse que iria liberar a minha entrada, mas se eu tentasse entrar novamente para fazer negócios com esse meu visto, não seria permitido e meu visto seria cancelado. Ele anotou informações da minha empresa. Então queria saber como devo proceder?

Gardini – Na verdade se você não está recebendo dinheiro da empresa você poderia usar o visto B1 que seria o visto de “negócios” agora se você começar a receber pela empresa uma forma de salário ai você deverá trocar o seu visto para algum outro tipo de visto.

Em janeiro, completo 14 anos de América, estou ilegal, mas não devo nada para a Corte, tenho duas filhas que têm o green card, elas já irão aplicar para a cidadania, uma tem 22 anos a outra 21 anos, eu tenho a chance de me legalizar?

Gardini – Se voce entrou com  visto ou está protegida pela “lei” 245(i) você poderá receber o seu greencard, caso contrário, você esta dentro da ordem executiva do Presidente Obama – DAPA, que dá direito a autorização de trabalho, carteira de motorista, e SSN; além do que em um futuro próximo, vai liberar autorização para viajar.