Pergunte ao advogado: as dúvidas de imigração dos leitores

0
6412
Imigração em Dia

Clique no link imigracao@acheiusa.com e envie sua pergunta que será respondida na medida do possível.

Ludo Gardini, advogado com escritório em Pompano Beach (FL), telefone (855)337-8440.


Gostaria de saber se tem algum valor específico de investimento no caso do visto E2?

Gardini – Como se já diz o ditado popular “quanto mais melhor”, mas não tem investimento mínimo para o Visto E-2. O ponto é que o investimento tem que ser relacionado ao negócio e de forma satisfatória.

Olá, moro na Europa legalmente desde 2007, falo cinco idiomas. Tenho visto para os EUA e gostaria de morar legalmente aí. Existe uma possibilidade?

Gardini – Sim, existem muitas possibilidades. Na verdade, existem duas modalidades de vistos: 1) não imigrante; 2) imigrante. O visto de imigrante será geralmente pela qualificação EB-1; EB-2; EB-3 ou EB-5 que são as formas mais comuns. Para o visto de não imigrante as formas mais comuns são: H1-B; L1-A; E-2 e etc.

Minha filha está estudando nos EUA. Será que eu e minha esposa poderíamos ficar com ela durante o período do curso dela com status de turista ou teríamos outra opção?

Gardini – Se sua filha está com o visto F-1 você poderá ficar com o visto B1/B2 até 180 dias a partir da sua entrada, infelizmente não existe visto derivativo para pai ou mãe de estudante como um F-2 por exemplo.

Gostaria de saber se para abrir uma empresa em Orlando, fica mais fácil para tirar o visto A1. Eu já tenho uma empresa no Brasil. Qual tipo de visto que eu e minha família podemos tirar? Já temos o visto de turistas. Tenho 3 filhos de 14, 15 e 2 anos.

Gardini – Prezado Leitor o visto A-1 é para diplomatas e oficiais do governo em visita oficial. Para você eu acredito que o melhor visto poderia ser o L1-A ou EB-5. O visto L1-A é um visto usado para transferência de diretores e gerentes de empresas com escritórios dentro e fora dos EUA onde a pessoa será transferida para dentro da empresa vindo de outro pais para os EUA.
O visto EB-5 é um visto de investimento que dá o green card diretamente.

Separei após 1 ano e 7 meses de casado, tenho greencard com validade de dois anos. Caso eu faça o pedido de divórcio, eu perco o greencard?

Gardini – Se o seu casamento ocorreu de boa-fé, ou seja por amor, você não deveria perder o green card. Lembre-se de que a obrigação de provar que o casamento foi de boa-fé é sua.

Já possuo o gren card há 20 anos. Primeira pergunta: Vou uma  vez ao ano para os EUA, meus filhos moram aí, estão legalizados. Estou passando um momento de saúde, tenho que fazer tratamento médico no Brasil onde moro. Eu posso tratar esse assunto no consulado do Rio de Janeiro? Posso também fazer a cidadania americana aqui no consulado?

Gardini – Sua primeira pergunta é vaga e não dá para ser respondida. Você fala de qual assunto a ser tratado no consulado seu green card ou sobre sua saúde. Sobre o seu green card tome cuidado pois se você está morando no Brasil e só retorna uma vez por ano para os EUA você corre o risco de perder o gren card e se o consulado descobrir isso eles vão tentar tirar de você. Se o problema a ser discutido for sua saúde, sugiro um médico e não o consulado. Com relação a sua pergunta, considerando que você está morando no Brasil, você não qualificaria para a cidadania americana e você não pode fazer isso via consulado, isso teria que ser feito dentro dos EUA.

Eu morei nos EUA entre 2000 a 2004, voltei para o Brasil, e no mesmo ano de 2004 tentei ir com minha família. Eu tenho três filhos, sendo que dois são americanos, quando chegamos em Miami, não permitiram nossa entrada e retornamos ao Brasil. Já passaram 10 anos, será que ainda tenho chance de conseguir o visto novamente e entrar nos EUA?

Gardini – Essa pergunta é para o consulado americano no Brasil. Teoricamente você já cumpriu o castigo e teria o direito de pedir o visto, mas se acharem que você tem a intenção de morar nos Estados Unidos, eles provavelmente negarão seu visto.